Chú Santos: "Confiança para disputar a competição"

Chú Santos: "Confiança para disputar a competição"

Destaque da Copa do Brasil Feminina com sete gols em três jogos, Chú Santos, atacante do Audax, revelou que deseja ser artilheira da competição nesta temporada

Chú Santos, Audax-Corinthians

Créditos: Gabriela Montesano/Audax

Com três vitórias, 14 gols marcados e nenhum sofrido, o Audax-SP é um dos candidatos a conquistar a taça da Copa do Brasil de Futebol Feminino. Números como estes só são possíveis por causa da entrega das jogadoras e de outros profissionais envolvidos no trabalho da equipe. Artilheira isolada da competição com sete gols, Francisleide, mais conhecida como Chú Santos, é um exemplo. Em entrevista exclusiva ao site da CBF, a camisa 9 exaltou a importância de estar no topo da artilharia com a melhora do seu rendimento dentro de campo.

– Fico muito feliz por conseguir fazer esses gols pra ajudar a equipe. Essa marca ajuda bastante no meu desempenho dentro de campo e na confiança para disputar a competição – disse.

A marca de sete gols em apenas três partidas já coloca Chú na lista das maiores artilheiras da história da Copa do Brasil, ao lado de Daniela Alves, 14 gols, e da maior goleadora, Marta, com 18 gols, entre outras grandes jogadoras. Mas Chú Santos está apenas começando e, mesmo não encarando os números expressivos de gols como uma prioridade, a atacante deseja ser artilheira nesta temporada.

– Eu acho que todo atleta almeja uma marca como essa. Estou muito feliz por ter a chance de entrar nesse seleto grupo e por ter conseguido um bom desempenho nesses primeiros jogos, mas é algo que eu não penso muito. Claro que se saírem mais gols, melhor. Espero que Deus possa me ajudar com mais alguns e eu possa atingir essa marca – revelou.

No jogo de ida da segunda fase da competição, contra o Santos, no José Liberatti, a jogadora foi destaque da partida com um gol e uma assistência, na vitória por 3 a 0.  Chú Santos classificou a vantagem como essencial, afinal, o confronto é um daqueles encarado como uma "final antecipada".

– Foi muito importante vencer essa partida. Mais do que o meu desempenho individual, foi o coletivo. Eu acredito muito no trabalho da equipe e acho que conseguimos marcar esses três gols e fazer essa vantagem pelo que apresentamos como conjunto. Foi bom poder ajudar o time com um gol e uma assistência, mas eu não acho que tenho que exaltar o meu individual e, sim, o que todo o time fez, porque foi muito mais importante o desempenho da equipe do que o meu pra conquistar essa vitória. 

Com vantagem no placar, o Audax entra em campo nesta segunda-feira (12) contra o Santos, no CT Rei Pelé às 15h, pelo jogo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil.

Veja todas as notícias da competição!

PATROCINADORES

Futebol Brasileiro