Estreante Audax e experiente São José decidem taça

Estreante Audax e experiente São José decidem taça

Após 2 a 2 no jogo de ida, equipes fazem grande final nesta quinta-feira (27), em Osasco, com transmissão ao vivo do site da CBF

são José x Audax

Créditos: Arthur Marega Filho / São José Futebol Feminino

Audax e São José entram em campo para decidirem a grande final da Copa do Brasil de Futebol Feminino às 19h30 desta quinta-feira (27), no José Liberatti, em Osasco (SP). De um lado, a equipe estreante na competição comandada pelo jovem Arthur Elias. Do outro, a equipe veterana e bicampeã comandada por Emily Lima, que poderá ser a primeira técnica a conquistar uma Copa do Brasil Feminina. Nesta final paulistana não há favorito, ambos os times chegam embalados e empatados no placar, após o 2 a 2 no primeiro jogo. 

– Não vejo favorito nesta final, mesmo com o retrospecto do São José na Copa do Brasil, já que o elenco modificou bastante. Além do que, o Audax/Corinthians é uma equipe muito qualificada, assim como a nossa. – afirmou Rosana, artilheira do São José com sete gols e um dos principais destaques da ótima campanha da equipe na competição.

Retornando à equipe em 2016, a camisa 10 já teve uma breve, porém, vitoriosa passagem pelo clube conquistando a Taça Libertadores (2013) e o Mundial de Clubes (2014). A goleadora também defendeu a Seleção Brasileira nos ciclos olímpicos de Atenas (2004), Pequim (2008) e Londres (2012). Para esta final, Rosana vê suas companheiras tranquilas e empenhadas em triunfar o trabalho feito em conjunto.

– Tento ajudar as minhas companheiras tanto quanto sou ajudada, seja com uma orientação, um incentivo, ou num posicionamento. No futebol dependemos umas das outras e eu não poderia adotar uma outra postura, senão dar o meu máximo.

Rosana divide a responsabilidade de colocar a bola para dentro das redes com outra velha conhecida da equipe joseense, a atacante Luize, com seis gols marcados. Juntas, as jogadoras somam 13 dos 29 tentos do São José nesta temporada. Parte da equipe que conquistou o primeiro título do clube na competição em 2012, a camisa 9 tem sede de gols e entra em campo sempre buscando a meta. Mas sabe que, contra o Audax, a cautela deve ser preservada.

–  A ansiedade nesta fase não pode existir para não ser prejudicial. A final está muito equilibrada, com duas equipes que têm um trabalho muito forte dentro do futebol feminino.

Equilíbrio é a palavra quando se trata das campanhas das equipes nesta competição. Como visitante, o São José possui 18 dos 29 gols marcados. Quanto às vitórias, as comandadas de Emily venceram três partidas e empataram uma como visitantes. Já o Audax, mandante da decisão, possui 100% de aproveitamento no José Liberatti. Dos 23 tentos nas redes, 15 saíram em seus domínios.

Para o São José conquistar o terceiro título da competição e fazer história sendo a primeira equipe tricampeã da Copa do Brasil Feminina, deve realizar a difícil tarefa de neutralizar as jogadoras de Arthur Elias no gramado do José Liberatti.

– A gente sabe a importância de vencer um campeonato como a Copa do Brasil. Agora são os detalhes e estratégias propostos pela Emily que serão cruciais. Vamos fazer uma grande partida para conquistarmos esse tricampeonato que será muito bem-vindo.

Audax e São José se enfrentam pelo título da Copa do Brasil de Futebol Feminino nesta quinta (27), às 19h30 (de Brasília), no José Liberatti, em Osasco (SP). A partida terá transmissão ao vivo pelo site da CBF com comentários do técnico Vadão, da Seleção Brasileira Feminina.

PATROCINADORES

Futebol Brasileiro