Guerreiros Sub-20: perfil dos campeões

Guerreiros Sub-20: perfil dos campeões

Primeiro Campeonato Brasileiro Sub-20 é do Fluminense. A taça vai para Xerém, a casa do futebol de base tricolor

Jogadores do Fluminense Sub-20 curtem o Maracanã, antes da final do Brasileiro da categoria

Créditos: Bruno Haddad / Fluminense F. C.

O primeiro Campeonato Brasileiro Sub-20 é do Fluminense. A taça vai para Xerém, a casa do futebol de base tricolor. Conheça um pouco mais dos atletas que encantaram o Brasil, com o título nacional invicto.

GOLEIROS

Matheus – Matheus Felipe Coutinho Gomes (10/02/1995) – Considerado o melhor goleiro do Brasileiro Sub-20, Matheus se destaca pelo bom posicionamento e pela explosão em suas belas defesas. Foi fundamental na campanha do Fluminense até a final. Sobrinho do ex-goleiro da Seleção Brasileira, Gomes, o arqueiro tricolor chegou na Fábrica de Talentos de Xerém em 2012, após se destacar no Atlético-MG e ser observado pelo departamento de captação do Fluminense.

Jennerson – Jennerson de Abreu Mendes (04/07/1997) – Conhecido como o Grande Muro de Xerém, Jennerson chegou ao Fluminense no futsal do clube com menos de dez anos de idade. Com uma qualidade impressionante o goleiro foi subindo e passando, com destaque, por todas as divisões de base do clube. Eleito o melhor goleiro do CEE-Cup, na República Tcheca, Jennerson tem nas defesas de pênaltis seu principal trunfo para brilhar com as cores do Tricolor no futuro.

LATERAIS

Breno Santos – Breno Lucinda dos Santos (18/01/1996) – Breno Santos é um lateral muito habilidoso que tem um chute diferenciado. O jogador chegou ao Fluminense em 2013 após ter sido observado pelo departamento de captação do Fluminense. O lateral já tinha destaque no Cruzeiro, seu clube anterior, mas foi em Xerém que ele amadureceu e se tornou um dos grandes laterais da sua idade no país.

Breno Caetano – Breno Pereira Caetano (24/01/1997) – O jovem lateral Breno Caetano é um jogador moderno, que marca e apoia muito bem. Poliglota, o lateral fala inglês fluente e estuda alemão e espanhol. Mais uma cria do futsal do Fluminense, Breno é mais uma grande promessa para o futuro do clube.

Leonardo – Leonardo Pinheiro da Conceição (06/03/1996) – Um dos grandes destaques do Sub-20 do Fluminense, Leonardo é um lateral-esquerdo diferenciado. O jogador vem chamando a atenção da imprensa e dos torcedores. O atleta chegou ao Fluminense em 2010, após fazer testes em Xerém e ser incorporado após um período de experiência no clube. Por conta do seu porte físico, chegou a ser chamado de Pelé pelos amigos.

ZAGUEIROS

Derlan – Derlan de Oliveira Bento (03/02/1995) – Derlan é um zagueiro clássico, que se destaca tanto pelo bom posicionamento como com a bola nos pés. Um dos melhores zagueiros do Brasileiro Sub-20, chegou ao Fluminense em 2013, após se destacar pelo Desportivo Brasil.

Nogueira – Ygor Nogueira de Paula (27/03/1995) – O capitão do Sub-20 do Fluminense, Nogueira é um zagueiro pronto para jogar em qualquer lugar do mundo. Sempre bem na marcação, o jogador chegou ao Fluminense em 2006. O atleta fez parte do Plano de Carreira do clube e foi emprestado ao Genk, da Bélgica. Quando retornou ao Tricolor, assumiu a titularidade da equipe Sub-20. É considerado pelo zagueiro Marlon Santos o melhor companheiro de zaga que ele já teve.

Frazan – Wesley Frazan Bernardo (05/06/1996) – O bom zagueiro Frazan sempre se destacou no Fluminense pelo seu porte físico e por sua seriedade tanto nos treinos como nos jogos. Seguro, o defensor chegou ao Fluminense em 2013, após se destacar pelo Macaé.

MEIO CAMPISTAS

Luiz Fernando – Luiz Fernando Ferreira Maximilano (08/05/1994) – Qualquer treinador gostaria de ter Luiz Fernando na frente de sua zaga. Bom marcador, com ótima visão de jogo e muita dedicação, o volante vem se destacando durante o Brasileiro Sub-20. O jogador chegou ao Fluminense em 2011, após boa passagem pelo Nova Iguaçu e não demorou muito para assumir a titularidade em Xerém. Escolhido para fazer parte do Projeto Plano de Carreira, fez intercâmbio nos Estados Unidos, onde teve a oportunidade de treinar no DC United. Luiz já treina com os profissionais do Fluminense e é uma grande promessa de Xerém para o setor.

Douglas – Douglas Augusto Soares Gomes (13/01/1997) – Douglas é o grande destaque do Sub-20 do Fluminense. Segundo volante com muita qualidade de marcar e chegar ao ataque, o jogador tem tudo para ser eleito o craque do Brasileiro Sub-20. Suas atuações chamaram a atenção da equipe profissional do clube. Oriundo do futsal do Fluminense, o atleta já vem sendo relacionado para os jogos do time principal e em breve deve estar fazendo a tão esperada estreia no time do técnico Enderson Moreira.

Bonilha – Wallace Bonilha Felix (26/01/1996) – Muito bem na marcação e com boa chegada ao ataque. Bonilha é um dos melhores volantes de sua idade. O jogador chegou ao Fluminense em 2006 e não demorou muito para se destacar e ser chamado para a Seleção Brasileira Sub-17. Inteligente, o jogador vem se destacando tanto dentro como fora de campo. O atleta faz faculdade de Administração e quer aproveitar todo o conhecimento para se tornar um atleta cada vez melhor.

Daniel – Daniel Sampaio Simões (11/01/1996) – Daniel, ou Danielzinho, como também é conhecido, é o camisa 10 do time Sub-20 do Fluminense. Com uma qualidade diferenciada vem chamando a atenção de todos por sua habilidade. Chegou a ser elogiado pelo craque do futsal, Falcão, após ter dado duas canetas seguidas no jogo contra o Vasco pela segunda fase do Brasileiro Sub-20. Certamente será mais um nome do Fluminense na lista de melhores da competição.

Peu – Peterson Silvino da Cruz (24/04/1993) – Poucos times no Brasil têm um jogador de tanta qualidade como Peu. O mais experiente do grupo, o atleta se destaca pela boa visão de jogo e por ser uma das lideranças dos jovens jogadores do Fluminense. O meia-atacante chegou ao clube em 2013 e também participou do Plano de Carreira d base tricolor, sendo emprestado ao Santos Laguna, do México. Longe de casa, o atleta se desenvolveu e voltou muito melhor ao Tricolor.

ATACANTES

Matheus Pato – Matheus Antônio Souza Santos (08/06/1995). O grande atacante Matheus Pato chegou no clube através do sistema de captação do Fluminense, após se destacar pelo Atlético Acreano na Copa São Paulo de 2013. O apelido Pato é por conta de sua voz rouca. Era chamado de Pato Rouco no Acre e virou Matheus Pato ao chegar na Fábrica de Talentos de Xerém. O atleta participou do programa de Plano de Carreira do Fluminense e foi emprestado, para fazer intercâmbio, ao Benfica de Portugal. Na Europa, chegou a disputar a UEFA Youth League (correspondente a Champions League Sub-19). No Velho Continente aprendeu uma nova cultura, uma forma diferente de jogar e retornou ao Fluminense ainda mais forte, conquistando a vaga de titular do Sub-20 do Flu. É o atual artilheiro do Brasileiro Sub-20 com seis gols. Suas atuações renderam para ele a oportunidade de treinar entre os profissionais do clube.

Matheus Alessandro – Matheus Alessandro dos Santos Pereira (10/07/1996) – Atacante de dribles curtos e muita velocidade. Quando se destacou na Taça das Favelas, em 2013, Matheus Alessandro nunca imaginou que seria chamado para treinar no Fluminense pelo sistema de captação do clube. No Tricolor, o jogador se desenvolveu e se tornou uma das peças principais do técnico Luiz Felipe Santos.

Pedro – Pedro Guilherme Abreu dos Santos (20/06/1997) – Pedro é o típico centroavante fazer de gols. Com uma finalização mortal, o jogador se destacou neste ano nos dois torneios que o Sub-20 disputou na Europa no primeiro semestre. Foi peça fundamental na conquista do Torneio Terborg, na Holanda e no Sapx Cup, na Alemanha. O jogador chegou ao Fluminense em 2014, após fazer boas partidas pelo Artsul.

Felipe – Felipe Souza Moreno Sampaio (03/05/1997) – Um centroavante que sabe jogar tanto dentro como fora da área é o sonho de qualquer treinador. O técnico Luiz Felipe Santos, do Sub-20 do Fluminense, tem no Felipe este jogador. Na final desta quarta-feira jogará praticamente em casa, pois foi captado pelo Fluminense em 2012, após fazer boas participações com a camisa do Vitória. Foi um dos principais jogadores do clube no vice-campeonato do CEE-Cup, deste ano, na República Tcheca.

Patrick – Patrick Carvalho dos Santos (06/02/1997) – Autor do gol do Fluminense no empate em 1 a 1 contra o Vitória na primeira partida da final do Brasileiro Sub-20, Patrick é um atacante diferenciado. Mesmo não participando de toda a competição, por ter ido disputar dois torneios pelo Flu na Europa, é um dos artilheiros do time no Brasileiro Sub-20, com três gols. Com muita qualidade e uma grande explosão, o jogador chegou na Fábrica de Talentos de Xerém em 2012 após fazer grandes partidas pelo Desportivo Brasil.

Paulinho – Paulo Lucas Santos de Paula (08/01/1997) – Paulinho é mais um jogador que deve estar entre os melhores do Campeonato Brasileiro Sub-20. Habilidoso e com uma visão de jogo incrível, o jogador se destacou durante toda a competição pelos seus dribles e grandes jogadas. Mais um atleta oriundo do futsal tricolor, é rápido e gosta de ter a bola nos pés. Não participou dos últimos jogos da equipe por estar se recuperando de uma lesão. Porém, já se sente melhor e tem tudo para estar em campo nesta quarta-feira.

Marquinhos – Marcos Vinícius Silva Rocha Calazans (14/06/1996) – Quando chegou no Fluminense em 2012, após se destacar no Tigres do Brasil, Marquinhos já demonstrava um futebol diferenciado para a sua idade. Após fazer parte do Plano de Carreira e ser emprestado para o Liberec, da República Tcheca, o jogador ficou ainda melhor e voltou para o Fluminense assumindo a titularidade do Sub-20 nesta reta final do Brasileiro da categoria. Atacante de lado de campo muito rápido e habilidoso. Tem tudo para ser mais uma vez o grande terror dos zagueiros adversários nesta quarta-feira contra o Vitória.

Fonte: Site Oficial do Fluminense

PATROCINADORES

Futebol Brasileiro