Brasileiro Sub-20 tem final inédita entre Estados

Brasileiro Sub-20 tem final inédita entre Estados

Técnicos comentam sobre decisão entre Coritiba e Cruzeiro, nesta sexta-feira (20), às 16h30, no Couto Pereira

Taça Brasileirão Sub-20 2017

Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

A terceira edição do Campeonato Brasileiro Sub-20 terá um campeão inédito nesta sexta-feira (20). Além da estreia de Coritiba e Cruzeiro na decisão, a partida também marca a primeira vez dos Estados do Paraná e de Minas Gerais na final da competição. Nos anos anteriores, os campeões foram Fluminense e Botafogo, que garantiram o título diante de Vitória e Corinthians, respectivamente.

Para o técnico Sandro Forner, do Coritiba, estar nesta final confirma o sucesso do trabalho realizado nas categorias de base do clube e comprova que os jovens talentos do futebol estão espalhados por todo o Brasil.

– A procura de jogadores, principalmente na base, falando de Brasil, é muito maior em times de São Paulo e Rio de Janeiro. Então, o fato de nós chegarmos na final mostra que uma cidade do Paraná também tem um trabalho forte de base, que dá possibilidade para os jogadores optarem por vir jogar no Coritiba e saberem que podem evoluir e ter uma oportunidade lá na frente. Estar nessa final aumenta a visibilidade e desperta o desejo de os meninos também virem jogar em um time do Paraná – declarou o treinador paranaense, em entrevista ao site da CBF.

Representando Minas Gerais, Emerson Ávila também destacou o trabalho realizado por clubes fora do eixo Rio-SP e exaltou a participação do Cruzeiro pela primeira vez na final no Brasileiro Sub-20.

– Acho que para nós, Cruzeiro, é muito bacana porque talvez seja o jogo mais importante da história da base do clube. Já fomos campeões da Copa RS, que era o Brasileiro anterior, já vencemos a Copa São Paulo, mas agora é uma competição organizada pela CBF, de nível nacional. Então é muito importante chegar onde estamos, não só para nós da base, mas também para o clube como um todo, pela visibilidade, que mostra o trabalho de excelência que é desenvolvido pelo clube, o investimento enorme que é feito em relação à estrutura, aos profissionais, aos atletas que lá estão. A gente sabe que muita equipe grande ficou para trás. Valorizamos muito a oportunidade de representarmos o Estado em uma competição como essa, em uma final onde o adversário também chegou com seus méritos. Temos certeza que será um jogo bem parelho e disputado, com bom nível técnico – afirmou o comandante celeste.

Após 1 a 1 no jogo de ida, em Belo Horizonte, Coritiba e Cruzeiro se enfrentam nesta sexta para a grande decisão. A final inédita entre os Estados será às 16h30, no Couto Pereira.

PATROCINADORES

Futebol Brasileiro NikeItaúVIVOGuaraná AntárticaMastercardGOLGrupo CIMEDSEMP TCLFIATUltrafarmaEnglish LiveTechnogymStatsports3 Corações