Brasileiro Sub-20: final terá familiares no Couto

Brasileiro Sub-20: final terá familiares no Couto

Em entrevista ao site da CBF, jogadores de Coritiba e Cruzeiro comentam a presença de familiares nas arquibancadas da decisão no Couto Pereira

Arthur e Thalisson Kelven, jogadores do Coritiba Sub-20

Créditos: João Moretzsohn/CBF

Nesta sexta-feira (20), as equipes de Coritiba e Cruzeiro entram em campo para decidir o título do Campeonato Brasileiro Sub-20, às 16h30, no Couto Pereira, em Curitiba (PR). A final, inédita na história dos dois clubes, também é a primeira grande decisão na breve carreira de muitos dos jovens em campo nesta tarde. Não bastasse a ansiedade natural pela partida, alguns dos protagonistas da finalíssima terão um fator extra de motivação: suas famílias nas arquibancadas do Couto.

É o caso, por exemplo, do goleiro Arthur e do zagueiro Thalisson Kelven, atletas do Coxa. Natural de Braço do Norte, em Santa Catarina, o arqueiro alviverde terá a presença em massa de familiares e amigos na grande decisão. A trupe montou uma carreata, com direito a camisas e faixas personalizadas, para prestigiar e apoiar o goleiro no Couto Pereira. Para Arthur, as expectativas para a partida apenas melhoraram.

– A expectativa é das melhores. Uma final de Campeonato Brasileiro, uma competição muito importante e, nessa hora, acho que a família ajuda. Vai nos dar força lá da arquibancada. Já estou com saudades deles, então é muito bom poder vê-los – comentou o goleiro do Coxa em entrevista ao site da CBF.

Para Thalisson Kelven, não é diferente. A família do defensor cruzará quase 3 mil km de Ji-Paraná, em Rondônia, até as arquibancadas do Couto Pereira. Para o zagueiro alviverde, que está há um ano sem rever os parentes, a presença dos familiares em um jogo desta importância só aumenta a confiança e a entrega dos jogadores dentro das quatro linhas.

– A expectativa é muito boa. Fizemos um grande trabalho durante o campeonato e estamos confiantes para a final. E, com a família, você fica com aquele algo a mais, dá ainda mais vontade de ganhar a competição – revelou o zagueiro, que prometeu levar toda a família para uma churrascaria se ficar com o título.

Do lado celeste, a oportunidade de jogar diante dos olhares da família também é um combustível a mais na briga pelo Brasileiro Sub-20. É o caso de Thonny Anderson, meio-campista e capitão da Raposa. A família do armador cruzeirense veio de São Paulo especialmente para incentivar e dar sorte ao camisa 10 do Cruzeiro. Para Thonny, não existe cenário melhor para disputar um título.

– É sensacional. Acho que todo jogador sonha em olhar para a arquibancada e ver a família torcendo por ele. E comigo não é diferente. É uma emoção incrível quando olho para a arquibancada e vejo meu pai, minha mãe e minha irmã. E dessa vez ainda vem tia, namorada... é bastante gente! É algo muito especial – destacou Thonny Anderson.

PATROCINADORES

Futebol Brasileiro