Cada vez mais artilheiro, Lázaro comanda virada do Flamengo

Cada vez mais artilheiro, Lázaro comanda virada do Flamengo

Meia faz dois gols, bate na trave no terceiro e se destaca na vitória do Fla por 4 a 3 sobre o Corinthians

Primeiro jogo final do Brasileirão Sub-17 - Corinthians 3 x 4 Flamengo

Créditos: Carlos Santana/Portal da Base Brasil

Antes da final, Lázaro já era um dos destaques do Flamengo no Brasileiro Sub-17. No jogo de ida contra o Corinthians, neste sábado, o meia justificou toda a atenção que chamou durante a competição. Com dois gols, comandou a vitória do Rubro-negro por 4 a 3, de virada.

No primeiro tempo, Lázaro até tentou comandar o Fla. Mas o time não parecia em sintonia. Mal dentro de campo, o Rubro-negro saiu para o intervalo perdendo por 2 a 0. Na volta, porém, se viu outro Flamengo. Logo aos três minutos, com uma chapada de classe, o camisa 10 descontou. O Corinthians ainda ampliaria para 3 a 1 antes de Lázaro, da marca penal, ir às redes novamente.

O meia ainda participou do gol de empate. Em jogada parecida com a do primeiro gol, escorou cruzamento da esquerda, mas parou no travessão. Ryan Luka agradeceu e cumprimentou para o gol. O placar foi completo aos 23 minutos do segundo tempo, com o gol de Carlos Daniel, concluindo uma virada inimaginável para Lázaro.

- Não tenho palavras para esse primeiro jogo. A gente nem esperava o 4 a 3, foi um jogo bastante eletrizante. Em final tem que se esperar tudo. No intervalo a gente reuniu todo mundo, o professor (Phelipe, técnico) Leal passou as instruções e colocamos na cabeça que tínhamos que aproveitar as oportunidades no segundo tempo. Não foi à toa que fizemos os quatro gols.

Com os dois gols marcados na manhã deste sábado, Lázaro chegou as 13 tentos no Brasileiro Sub-17. Com apenas 13 partidas disputadas, o camisa 10 ostenta uma média de um gol por jogo na competição. Mas acima de tudo isso, o artilheiro preferiu exaltar o triunfo coletivo do Flamengo. Em especial, a força demonstrada para virar um placar adverso fora de casa.

- Conseguimos sair com a vitória e fico feliz pelos dois gols. A equipe está de parabéns, porque a gente lutou até o final, colocou raça no jogo, corremos até o fim. Precisamos dos pés no chão, que ainda tem o segundo jogo e não tem nada ganho - resumiu.

PATROCINADORES

Futebol Brasileiro