Decisão da Série D: Ferroviário constrói temporada dos sonhos em 2018

Decisão da Série D: Ferroviário constrói temporada dos sonhos em 2018

Nesta temporada, o Ferrão alcançou marcas representativas para sua rica história e registrou campanhas inéditas como a chegada à final da Série D 2018

Torcida do Ferroviário-CE, um dos finalistas da Série D do Brasileirão 2018

Créditos: Divulgação / Ferroviário A.C.

Quando pisar no gramado da Arena Castelão às 19h15 (de Brasília) da próxima segunda-feira (30), o Ferroviário-CE transforma em realidade mais um episódio inédito na história do clube. O Tricolor Coral disputa a decisão da Série D do Brasileirão contra o Treze-PB, a primeira final 100% nordestina do torneio desde 2012, e tem a chance de conquistar o primeiro título em escala nacional de uma trajetória que, em maio da atual temporada, completou 85 anos. Em um ano de resultados expressivos alcançados pelo Ferrão, a coroação pode vir com a taça da Quarta Divisão do Campeonato Brasileiro sendo carregada com louros à Barra do Ceará.

A temporada de 2018 é, sem dúvidas, uma das maiores e mais representativas da rica trajetória do Ferrão no futebol brasileiro. No primeiro semestre, o clube fez a sua primeira participação na Copa do Nordeste (desde que passou a ser organizada pela CBF). No Estadual, o Tricolor Coral alcançou a segunda fase da competição, mas não conseguiu repetir a brilhante campanha de 2017, quando terminou com o vice-campeonato. 

Ainda na primeira metade do ano, o Ferroviário-CE ganhou a atenção do torcedor brasileiro pelo excelente percurso trilhado dentro da Copa do Brasil 2018. De volta à competição mais democrática do país depois de 14 anos, o clube retornou para sua quinta participação e, como já virava um padrão na temporada, marcou um novo capítulo de sua história. Uma das dez equipes não-integrantes do Ranking de Clubes da CBF que disputaram o torneio, o Ferrão alcançou pela primeira vez a Quarta Fase do campeonato. O Tricolor Coral eliminou o Confiança-SE, o Sport-PE e o Vila Nova-GO, tradicionais clubes do cenário nacional, em sua trajetória “dos sonhos” na Copa do Brasil. A equipe cearense foi eliminada na Quarta Fase pelo Atlético-MG. No entanto, o sabor de realização e orgulho foi o que prevaleceu para o Tubarão da Barra, que garantiu a melhor colocação já registrada pelo clube.

Iniciada também no primeiro semestre e encontrando sua reta final na próxima segunda-feira, a campanha do Ferroviário na Série D foi marcada pela regularidade e pela intensa competitividade. De volta à disputa da Quarta Divisão nacional depois de nove anos, o clube se classificou no primeiro lugar do Grupo 4 na Primeira Fase do torneio, mantendo um retrospecto invicto nos seis primeiros jogos que disputou na competição. Com uma vitória e um empate, passou pelo Cordino-MA na etapa seguinte do torneio. Nas Oitavas de Final (Terceira Fase), a mesma combinação de resultados garantiu a classificação, deixando para trás o Altos-PI. Nas Quartas, dois duelos muito equilibrados contra a Campinense-PB. O embate teve a vaga decidida nos pênaltis, com o Ferrão se sobressaindo. Nas Semifinais, mais um confronto duríssimo e definido nos detalhes: o Tricolor Coral encarou o São José-RS e levou a melhor, superando o Zequinha no placar agregado por 4 a 2 e se credenciando para a finalíssima contra o Treze-PB.

Para fechar uma temporada recheada de recordes, marcas, histórias e memórias que serão conservadas e exaltadas pela torcida coral, o Ferroviário-CE não quer deixar escapar a chance de uma conquista nacional. Na próxima segunda-feira (30), as arquibancadas enfeitadas em vermelho, preto e branco serão um combustível pronto para inflamar o Ferrão rumo à glória no primeiro capítulo da Final da Série D do Brasileirão. O episódio final da grande decisão está marcado para o dia 4 de agosto, no Estádio Amigão, em Campina Grande (PB).

PATROCINADORES

Futebol Brasileiro