Manaus, Ferroviário, Linense e São José avançam às quartas da Série D

Manaus, Ferroviário, Linense e São José avançam às quartas da Série D

Quatro equipes levaram a melhor nos jogos de volta e seguem na competição em busca do sonho do acesso à Série C do Campeonato Brasileiro

Logo - Brasileiro Série D Logo - Brasileiro Série D
Créditos: CBF

Quatro partidas da Série D do Campeonato Brasileiro foram disputadas na noite deste sábado (23). Os duelos foram válidos pela volta das oitavas da competição. Manaus-AM, Ferroviário-CE, Linense-SP e São José-RS levaram a melhor em seus respectivos confrontos e avançaram às quartas de final da competição.

No Estádio da Colina, em Manaus (AM), o time que leva o nome da cidade foi derrotado pelo Rio Branco-AC pelo placar de 1 a 0, com gols de Mateus Oliveira no primeiro minuto do segundo tempo. O placar agregado ficou em 2 a 2 e a vaga foi decidida nos pênaltis. O goleiro Jonathan brilhou, defendeu três cobrança e o time da casa ficou com o triunfo por 3 a 2, garantindo a classificação às quartas de final da Série D.

No Felipão, em Altos (PI), o time da casa foi surpreendido pelo Ferroviário-CE e acabou eliminado da competição. O Ferrão venceu por 4 a 2. Edson Cairús (3) e Mazinho marcaram para o Tricolor, enquanto André Tavares e Dos Santos descontaram para os piauienses. Os cearenses, que já haviam vencido o duelo de ida por 2 a 1, conquistaram a vaga de forma tranquila. 

No Jorge Ismael de Biasi, em Novo Horizonte (SP), Novorizontino-SP e Linense-SP empataram em 2 a 2. Como havia vencido a ida por 3 a 2, o time de Lins (SP) ficou com a classificação às quartas de final da Série D. Bruno Formigoni e Nolasco marcaram os gols que garantiram a alegria do time visitante. Pereira e João Victor anotaram os tentos da equipe da casa.

No Passo D'Areia, em Porto Alegre (RS), o São José-RS bateu o Tubarão-SC por 2 a 0 e, como o duelo de ida terminou com empate em 1 a 1, garantiu a vaga nas quartas de final da Série D. Felipe Guedes abriu o placar aos 25 minutos do primeiro tempo e o goleiro Fábio, em cobrança de pênalti, ampliou para liquidar a fatura aos 29. 

PATROCINADORES

Futebol Brasileiro