Brusque e Manaus iniciam disputa por título da Série D neste domingo

Brusque e Manaus iniciam disputa por título da Série D neste domingo

Marreco abre a final no Augusto Bauer sonhando manter bom retrospecto para largar na frente. Gavião manauara quer levar bom resultado para Amazonas

Torcida do Brusque-SC

Créditos: Brusque Futebol Clube/Divulgação

Chegou o grande dia para a Série D. Este domingo (11) será marcado pelo início da primeira decisão de Campeonato Brasileiro da temporada 2019. Quando o relógio alcançar às 16h (de Brasília) a bola vai rolar para Brusque-SC e Manaus-AM no Estádio Augusto Bauer. Além de um título inédito, que seria o principal da história de cada um dos clubes, o confronto retrata também duas cidades do país, que dão nome aos seus respectivos representantes. 

Por ter tido uma campanha inferior, o Brusque abre a decisão em casa. Em seus domínios, aliás, a equipe tem 100% de aproveitamento nesta Série D. O desempenho é tão bom que o último gol sofrido no Augusto Bauer foi em maio. O objetivo do Marreco é claro: construir um placar positivo para confirmar algo que seria a cereja do bolo de um momento excelente. O técnico Waguinho Dias trata a atual situação do clube como inimaginável.

– Nem o mais fanático torcedor imaginaria que o Brusque estaria entre os 60 melhores clubes do Brasil em 2020. A Série C já é uma série muito valorizada, importante... O clube já está bem, mas ser campeão, colocar mais uma estrelinha aqui em cima do escudo, fazer com que a nossa carreira possa dar um salto, não tem preço. Por isso, nós vamos buscar esse título! – declarou. 

Waguinho Dias chegou ao Brusque para a disputa da Série D e alcançou a 1ª decisão nacional do clube e da carreira Waguinho Dias chegou ao Brusque para a disputa da Série D e alcançou a 1ª decisão nacional do clube e da carreira
Créditos: Thais Magalhães / CBF

A cidade abraçou o time que carrega o seu nome. O Marreco teve total apoio nos últimos jogos e o clima será o mesmo no estádio para este confronto de ida. Ao destacar o apoio da torcida, Waguinho Dias revela que a conquista seria também para coroar todos os incentivadores do projeto do Brusque. 

– É a minha primeira decisão nacional. E para o Brusque, essa projeção que vai ter, da marca Brusque sendo melhorada e falada... Todos ganham. A cidade hoje se envolveu e entendeu este momento. É lógico que é importante para a minha carreira, em pouco tempo aqui. Houve uma sinergia muito grande entre imprensa, torcedor e atletas. É um momento bom que vivemos e o Brusque tem de se aproveitar disso e buscar esse título para a torcida. O envolvimento da cidade e do torcedor hoje é o que está fazendo essa grande campanha – acrescentou. 

O Manaus também tem 100% de aproveitamento em casa na Série D. Mas se engana quem acha que o Gavião vai jogar este primeiro duelo pensando na volta. O técnico Wellington Fajardo revela que passou aos jogadores que os primeiros 90 minutos da decisão são fundamentais. 

– Dentro do futebol o primeiro jogo é sempre o mais importante. A gente vê isso em toda competição mata-mata. Seja na Europa, Ásia ou aqui no Brasil. Não adianta pensar no segundo se não fizermos um bom jogo aqui. Estamos nos preparando para fazer um bom jogo aqui porque é o momento que estamos vivendo. Estamos tranquilos e sabemos que, enquanto comissão técnica, fizemos tudo que estava dentro do nosso limite. É um adversário dificílimo, que tem 100% (de aproveitamento) em casa e vamos tentar quebrar este paradigma deles. Fazer um bom jogo e levar um bom resultado para Manaus – afirmou.

Abrindo a decisão fora de casa, Wellington Fajardo quer Manaus completamente focado no jogo de ida Abrindo a decisão fora de casa, Wellington Fajardo quer Manaus completamente focado no jogo de ida
Créditos: Thais Magalhães / CBF

O mineiro Wellington Fajardo tenta explicar a dimensão em âmbito nacional do fato já alcançado pelo Manaus com o acesso à Série C do Campeonato Brasileiro de 2020 e a grande campanha na Série D. Agora, o objetivo dele é conquistar o inédito troféu da competição para manter o futebol do estado do estado do estado amazonense em evidência.   

– É muito importante para o clube e para o estado também. A gente vê que nesses anos todos, pra mim que venho do Sudeste, não era dada muita atenção aos clubes de Manaus. Ninguém de fora consegue entender como que nós tivemos a melhor campanha. Estão surpresos que tenha um time amazonense que seja líder até hoje em pontuação. Isso está sendo falado no Brasil inteiro. É uma repercussão grande. Se chegamos até aqui é a hora de se organizar. O primeiro objetivo (acesso) foi alcançado. É a hora do clube se estruturar para tentar se manter na Série C, pois não será fácil. Acredito muito em toda a diretoria, temos apoio e eles vão entender isso. Foi difícil chegar e é a hora de unir forças. Se trabalharmos de uma forma profissional será fundamental para termos sucesso – enfatizou.

Para esta partida de ida, o técnico Fajardo não conta com o volante Márcio Passos, que está suspenso. Por outro lado, o comandante do Manaus tem com os retornos de Mateus Oliveira e Panda, que retornam de suspensão. Waguinho Dias também tem problemas para escalar o Brusque: o meia Fio está suspenso. Thiago Henrique e Leilson são as opções para suprir a ausência. A bola rola às 16h (de Brasília) e você pode acompanhar a repercussão desta grande decisão aqui em cbf.com.br e nas redes sociais da Confederação Brasileira de Futebol. 

PATROCINADORES

Futebol Brasileiro