Náutico e Sampaio Corrêa começam a decidir a Série C 2019 neste domingo

Náutico e Sampaio Corrêa começam a decidir a Série C 2019 neste domingo

Timbu recebe o Bolívia Querida às 16h querendo sair na frente em busca do título inédito. Maranhenses visam a um histórico tetracampeonato nacional

Estádio dos Aflitos - Náutico - Recife (PE)

Créditos: Lesley Ribeiro / CBF

Chegou a hora de começar a decidir o Campeonato Brasileiro da Série C 2019. Náutico e Sampaio Corrêa disputam os primeiros 90 minutos da decisão neste domingo (29), no Estádio dos Aflitos, no Recife (PE). A expectativa é de público superior a 17 mil pessoas e pode ser o recorde do Timbu na temporada. 

Pelo lado do time da casa há um objetivo claro: alcançar o primeiro título nacional. Além de sonho do Timbu, o caneco também seria inédito para o comandante do Alvirrubro, o técnico Gilmar Dal Pozzo. Ele bateu na trave com a Chapecoense em 2013, ficando com o vice da Série B. A importância que a glória teria para ele e para o Náutico deixam claro que o treinador fará tudo para que o troféu não escape novamente.   

- Estou nessa onda também. São 30 anos de carreira. Dezenove como atleta e agora 11 como técnico. Tenho um vice com a Chapecoense na Série B, mas não tenho conquista de título, também não tenho a estrela. E o Náutico, com toda essa história bonita que tem, representando a força do Nordeste, também não tem esse título. Então, está sendo um desafio muito gostoso. Depois do acesso diante do Paysandu nós continuamos trabalhando muito forte e alimentando essa ideia da conquista de título - destacou.

Gilmar Dal Pozzo, técnico do Náutico, conversou com a equipe do site da CBF na véspera do jogo Gilmar Dal Pozzo, técnico do Náutico, conversou com a equipe do site da CBF na véspera do jogo
Créditos: Clube Náutico Capibaribe

O técnico Gilmar Dal Pozzo tem problemas para escalar o time para este primeiro jogo da final. Jean Carlos pode não jogar por dores na coxa direita. Maylson e Jefferson Nem são as opções para suprir a possível ausência. Rafael Oliveira também é dúvida e pode dar lugar ao atacante Wallace Pernambucano. Na defesa, Camutanga retorna para formar a dupla com Diego Silva após cumprir suspensão no duelo da volta da semifinal, diante do Juventude. 

Pelo lado do time visitante o desejo é de conquistar o tetracampeonato nacional. O Sampaio Corrêa já conquistou as Série B (1972), C (1997) e D (2012). Por ter feito melhor campanha na Terceira Divisão desta temporada, o time do Maranhão garantiu o direito de decidir a competição em casa. Assim como o Timbu, a Bolívia Querida também tem problemas na escalação. 

O técnico João Brigatti não poderá contar com o seu capitão, Paulo Sérgio. A ideia é que o zagueiro Vítor Bafana o substitua. Por outro lado, o volante Lucas Hulk está recuperado de uma entorse no joelho e o lateral-esquerdo Romano está novamente à disposição após cumprir suspensão automática. O comandante do Sampaio pode tirar Rodrigo Andrade ou Eloir do meio caso decida pelo retorno de Hulk ao time.

A bola rola às 16h (de Brasília) e o Brasil vai parar para acompanhar esta grande decisão. A equipe de comunicação da CBF acompanha tudo da final e disponibiliza material aqui no site e nas redes sociais da Confederação Brasileira de Futebol. Fique ligado!  

PATROCINADORES

Futebol Brasileiro