Série C é encerrada com investimento recorde da CBF

Série C é encerrada com investimento recorde da CBF

Entidade destinou R$ 70 milhões para o pagamento de premiações, cotas aos participantes e despesas operacionais da competição em todas as fases

 

A Série C de 2023, conquistada neste domingo (22) pelo Amazonas, foi histórica pelo sucesso técnico e pelo aporte de recursos financeiros da CBF para a competição. A entidade investiu cerca de R$ 70 milhões. Jamais a Série C esteve tão valorizada.

Essa quantia recorde destinada aos 20 clubes da Série C de 2023 representa a soma das premiações e dos custos de todos os clubes com transporte, hospedagem, alimentação, além dos serviços de arbitragem e antidopagem.

“A cada ano vamos melhorar mais e mais. Nossa administração é austera, mas também queremos distribuir renda para os nossos clubes. É assim que fomentamos o futebol, o que é o papel da CBF. A Série C hoje já é bastante atrativa para o público e patrocinadores”, disse o presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues.

Em jogo Troféu da Série C conquistado pelo Amazonas neste domingo
Créditos: Leo Piva/CBF

Além de bancar toda a organização da competição, a entidade comandada por Ednaldo Rodrigues aumentou em quase 40% a premiação paga aos 20 clubes que participaram do campeonato. 

Ednaldo Rodrigues parabenizou o Amazonas pelo título, e estendeu sua manifestação ao Brusque por ter chegado à decisão, proporcionando emoção à fase final da Série C.

“Os valores entregues aos 20 clubes ajudam na formação de um grupo de atletas ainda mais qualificados, além de recursos para investimentos em seus estádios, com melhorias no gramado, na iluminação, nos vestiários. É assim que a CBF faz uma Série C cada vez mais forte”, declarou o presidente da entidade.

PATROCINADORES

Futebol Brasileiro Nike Guaraná Antartica Vivo Itaú Neoenergia Mastercard Gol Cimed Pague Menos TCL Semo Technogym Core Laser Mectronic Kin Analytics