Autor do 3º gol do Náutico, Jhonnatan revela que time ensaiou a jogada

Autor do 3º gol do Náutico, Jhonnatan revela que time ensaiou a jogada

Camisa 8 do Timbu marcou o gol que liquidou a fatura no jogo de ida da final da Série C e pede foco total para o time buscar o inédito título no duelo da volta

Náutico x Sampaio Corrêa - jogo de ida da final da Série C 2019

Créditos: Paulo Paiva / AGIF

O Náutico saiu na frente do Sampaio Corrêa na briga pelo título da Série C do Campeonato Brasileiro 2019. O Timbu venceu o Bolívia Querida por 3 a 1 nos Aflitos neste domingo e poderá empatar ou perder por até um gol de diferença para conquistar o inédito troféu. Quem teve contribuição importantíssima neste placar foi o meia Jhonnatan. 

Camisa 8 do Timbu, ele aproveitou a sobra já nos instantes finais do jogo para marcar um belo gol e liquidar a fatura no Recife. O atleta concedeu entrevista ao site da CBF logo após o fim da partida e revelou que esta é uma jogada bastante ensaiada por ele e os seus companheiros de elenco nos treinamentos. 

- Eu chamei o Álvaro que tava comigo na área pra ele levar o zagueiro porque é treinado esse lateral. Já é o segundo gol que fazemos assim. O Álvaro fez um contra o Botafogo e hoje pude fazer também. O Wallace dividiu com o zagueiro, ela sobrou pra mim, fui feliz em dominar e bater no canto pra fazer um belo gol. Agradeço a Deus por isso, pela vitória, pelo gol. Comemorar o resultado, mas ainda falta o jogo no Maranhão. Fazer da mesma maneira lá, com o mesmo empenho pra buscar o título - afirmou. 

O duelo da volta será no próximo domingo (6), no Castelão, em São Luís (MA). Até lá, os times têm uma semana de preparação. Ciente da euforia desnecessária que o triunfo na ida pode causar, Jhonnatan pede para que o time mantenha os pés no chão e siga com foco total neste segundo encontro entre as equipes. 

- A estratégia é a que fazemos dentro de casa. Marcar forte, ter inteligência pra jogar, a bola não pode queimar no nosso pé. Botar a bola no chão e jogar. Dentro e fora de casa o Gilmar cobra isso da nossa equipe, performance e jogar do mesmo jeito. Então é ir lá fazer um jogo focado pra poder coroar nosso trabalho com título - acrescentou. 

O confronto da volta entre Sampaio Corrêa e Náutico será às 16h (de Brasília) do próximo domingo (6). O Timbu pode empatar ou perder por até um gol de diferença para ficar com o título. Em caso de vitória do Bolívia Querida por dois gols de diferença o título será decidido nas cobranças de pênaltis. 

PATROCINADORES

Futebol Brasileiro