Vitória bate o Vila Nova, volta a triunfar e respira na Série B

Vitória bate o Vila Nova, volta a triunfar e respira na Série B

Além do 2 a 0 para o Rubro-Negro fora de casa, Brasil-RS supera o Londrina por 1 a 0 no Bento Freitas; Criciúma e Ponte Preta empatam sem gols no Sul

Vitória marcou dois gols sobre o Vila Nova em Goiânia (GO)

Créditos: Heber Gomes/AGIF

Três duelos abriram nesta terça-feira (3) a 21ª rodada da Série B do Brasileirão. Em Goiânia, o Vitória bateu o Vila Nova por 2 a 0, quebrando jejum de quatro jogos sem triunfos e respirando na competição. Já em Pelotas (RS), no Bento Freitas, o Brasil-RS fez o dever de casa e superou o Londrina por 1 a 0. No último embate do dia, Criciúma e Ponte Preta empataram sem gols no Heriberto Hülse. 

Confira como está a classificação da Série B do Brasileirão!

Vila Nova 0 x 2 Vitória

O primeiro tempo no Olímpico Pedro Ludovico foi em vermelho e preto. Brigando diretamente na tabela com o rival, o Vitória foi oportunista e desceu para o intervalo vencendo por 2 a 0. O primeiro nasceu aos 27 minutos, depois que Wesley arriscou de fora da área, a bola desviou na defesa do Vila e enganou o goleiro Rafael Santos. O segundo veio aos 39: em boa troca de passes, Wesley recebeu dentro da grande área e bateu no alto, sem chances para Rafael Santos.

A tônica da etapa final foi a de um Vila com jogo intenso, com mais posse de bola, porém pouco objetivo. Já o Leão, por sua vez, conseguia neutralizar bem as jogadas do rival. O time da casa, no entanto, esteve perto de diminuir logo aos nove minutos, mas Carlinho não alcançou cruzamento dentro da pequena área. Na marca dos 22, Alan Mineiro colocou uma bola na trave da equipe baiana. No último suspiro, aos 49, Carlinhos, dessa vez pelo alto, mandou na trave. No fim, triunfo rubro-negro fora de casa.

Com o resultado, o Vitória deu uma respirada e pulou para a 14ª posição na tabela, com 24 pontos. Já o Vila Nova permanece na zona de rebaixamento, com 21 somados.

Brasil-RS 1 x 0 Londrina

Brasil-RS superou o Londrina por 1 a 0 pela Série B do Brasileirão Brasil-RS superou o Londrina por 1 a 0 pela Série B do Brasileirão
Créditos: Carlos Insaurriaga

Jogando em casa, no Bento Freitas, o Brasil-RS foi quem conseguiu a vantagem no primeiro tempo. E o gol veio cedo. Logo aos seis minutos, Ednei apareceu livre na segunda trave e, com o gol vazio, mandou para o fundo das redes.

O Londrina tentou imprimir uma pressão no segundo tempo. Logo nos primeiros instante, quase marcou aos quatro e cinco minutos. Primeiro em cabeceio de Paulinho Moccelin, para fora. Depois, quando Neris chutou de primeira após sobra, mas Bruno Aguiar salvou. O Tubarão continuou em cima: aos 17, Júnior Pirambu cabeceou e tirou tinta da trave. Mas, aos poucos, o Xavante - que tinha o relógio a seu favor - foi controlando as ações do adversário. Quase marcou o segundo aos 34, mas César fez grande defesa em chute de Maicon Assis.

Com o triunfo, o Xavante figura agora na 11ª colocação, com 28 pontos. O Londrina aparece logo atrás, em 12º, com 25 pontos.

Criciúma 0 x 0 Ponte Preta

Criciúma e Ponte Preta não balançaram as redes no Heriberto Hülse pela Série B Criciúma e Ponte Preta não balançaram as redes no Heriberto Hülse pela Série B
Créditos: Lucas Sabino/AGIF

Criciúma e Ponte Preta fizeram um primeiro tempo fraco no Heriberto Hülse. Ambas as equipes tiveram dificuldades na criação e não ofereceram perigo aos goleiros. Marcando mais, o Tigre teve ligeira maior posse de bola em relação à Macaca. O Criciúma voltou do intervalo buscando mais o gol.  Em verdadeira blitz, chegou perto de marcar aos 11 minutos, com Reinaldo. Logo em seguida, aos 12, Vinicius desviou de cabeça a bola que veio de escanteio e só não guardou porque Ygor Vinhas fez grande defesa. Na sequência do lance, Marlon soltou uma bomba de fora da área, mas o goleiro da Ponte defendeu de novo. 

O Tigre seguiu pressionando, apostando especialmente nas bolas paradas. Na marca dos 39, Sandro desviou bola que veio de escanteio, obrigando o goleiro Ygor Vinhas a se esticar todo para defender. No minuto seguinte, Léo Gamalho até conseguiu dominar dentro da pequena área, mas foi travado na hora do chute. A Ponte até tentou ensaiar uma pressão nos minutos finais, mas o placar permaneceu sem ser alterado em Criciúma (SC).

O empate deixa o Criciúma na 15ª posição, com 23 pontos. A Ponte Preta aparece em sexto, com 31 somados.

 

 

 

PATROCINADORES

Futebol Brasileiro