Clubes realizam conselho técnico da Série B 2022

Clubes realizam conselho técnico da Série B 2022

Representantes das 20 equipes participantes se reuniram virtualmente para debater sobre as normas da competição para 2022

Reunião do conselho técnico do Brasileirão Série B Reunião do conselho técnico do Brasileirão Série B
Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

Os clubes participantes da Série B realizaram, nesta quinta-feira (3), o conselho técnico da competição para 2022. Realizada por videoconferência, a reunião foi conduzida pelo Presidente em exercício da CBF, Ednaldo Rodrigues.

"Nosso objetivo para a reunião de hoje é promover um debate conjunto sobre os temas que são relevantes ao sucesso do Campeonato Brasileiro da Série B desta temporada. Mais do que isso, queremos a construção de uma pauta ampla, em que possa prevalecer o interesse coletivo. Nosso papel enquanto coordenadores da competição será de mediar e dar encaminhamento às propostas que serão apresentadas pelos clubes", disse Ednaldo em sua palavra de abertura do conselho.

O conselho técnico contou com a participação dos presidentes de todos os 20 clubes da Série B por videoconferência. Em uma sala na CBF, Ednaldo Rodrigues foi acompanhado pelo Vice-Presidente da CBF, Gustavo Feijó, e por quatro presidentes de federação: Daniel Vasconcellos, do Distrito Federal; Evandro Carvalho, de Pernambuco; Gustavo Vieira, do Espírito Santo; e Ricardo Lima, da Bahia. Também compareceram virtualmente: Adriano Aro, Presidente da Federação Mineira de Futebol; André Pitta, Presidente da Federação Goiana de Futebol; Aron Dresch, Presidente da Federação Matogrossense de Futebol; Felipe Feijó, Presidente da Federação Alagoana de Futebol; e Reinaldo Carneiro Bastos, Presidente da Federação Paulista de Futebol. As federações de Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Paraná e Maranhão marcaram presença através de representantes.

Assim como na reunião da Série A, as entidades de classe do futebol brasileiro também foram convidadas a fazer parte do conselho técnico da Série B, que contou com a participação de representantes da Associação Nacional de Árbitros de Futebol, da Associação Brasileira de Treinadores de Futebol e da Federação Nacional dos Atletas Profissionais de Futebol.

Após a mesma decisão ser tomada pelos clubes da Série A, os times da Série B também deliberaram pela retirada da limitação de trocas de técnicos no Campeonato Brasileiro. A norma havia entrado em vigor em 2021, mas foi revogada por unanimidade no conselho técnico desta quinta. O Diretor de Competições da CBF, Manoel Flores, frisou que nesta edição haverá um rigor ainda maior com o licenciamento de estádios para a competição. Com capacidade mínima de dez mil espectadores sentados, os estádios só serão liberados após uma avaliação que envolve critérios técnicos como quantidade de iluminação e qualidade do gramado, por exemplo. As avaliações seguirão normas estabelecidas em diretriz da CBF.

Os presidentes dos clubes também decidiram, por comum acordo, pelos cinco representantes da Série B no Conselho Nacional de Clubes. São eles: Ricardo Moisés, do Guarani, e Yuri Romão, do Sport Recife. O Presidente do Náutico, Diógenes Braga, chegou a manifestar interesse em compor o CNC, mas retirou sua candidatura após concordância com o restante dos clubes.

O conselho técnico ainda deliberou sobre detalhes a respeito da inscrição de atletas e da janela de transferências no Campeonato Brasileiro. Ficou definido que todo clube terá que ter um mínimo de 35 atletas inscritos na data de início da competição (8 de abril), e que poderão inscrever um total de 50 atletas até o dia 4 de agosto. Esta lista poderá ter oito substituições até o dia 25 de agosto.

Após essa deliberação, o Presidente da Comissão Nacional de Médicos do Futebol, Jorge Pagura, dissertou sobre o protocolo sanitário que será utilizado durante a Série B de 2022. Pagura fez uma explanação sobre o cenário atual da covid-19 no Brasil e no mundo, apresentou as dificuldades da questão e reforçou a importância da imunização de todos no combate à pandemia. O Diretor de Registros, Transferência e Licenciamento, Reynaldo Buzzoni, também falou para detalhar as novas regras das janelas de transferências do futebol brasileiro e do limite de empréstimos que a FIFA vai implementar nas próximas temporadas.

O Presidente Ednaldo Rodrigues ainda anunciou uma premiação para os quatro primeiros clubes da Série B, no valor total de R$ 1,5 milhão, além de dois veículos oferecidos pela FIAT, patrocinadora oficial da CBF.

Ao fim do conselho técnico, os participantes receberam a tabela da Série B do Campeonato Brasileiro de 2022. A competição tem início previsto para os dias 9 e 9 de abril e encerramento marcado para o dia 5 de novembro. Confira a tabela aqui.

Reunião do conselho técnico do Brasileirão Série B Ednaldo Rodrigues fala durante conselho técnico da Série B
Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

Reunião do conselho técnico do Brasileirão Série B Conselho técnico da Série B deliberou sobre regras da competição em 2022
Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

Reunião do conselho técnico do Brasileirão Série B Conselho técnico da Série B 2022
Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

Reunião do conselho técnico do Brasileirão Série B Reunião virtual deliberou sobre a edição de 2022 do Brasileirão Série B
Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

PATROCINADORES

Futebol Brasileiro