Após vice-campeonato, Santos sonha com conquista do Brasileirão Assaí 2020

Após vice-campeonato, Santos sonha com conquista do Brasileirão Assaí 2020

Após bater na trave em 2019, o Peixe aposta na base do time vice-campeão sob o novo comando de Jesualdo Ferreira para levar a taça para a Baixada Santista em 2020

Após bater na trave e ficar em 2º lugar no Brasileirão Assaí 2019, o Santos trocou de técnico para tentar abocanhar o caneco nesta temporada. Mas o trabalho do português Jesualdo Ferreira durou até o fim do Campeonato Paulista e o Peixe chega ao Brasileirão em meio a um momento de indefinição.

Sem saber quem será o técnico do time na campanha da competição nacional, o torcedor santista deposita sua fé no elenco alvinegro, que tem vários dos destaques da equipe do último Brasileirão, como o venezuelano Soteldo e o atacante Marinho. 

Há também muita esperança na tradição centenária do clube de revelar grandes talentos. Nos momentos mais difíceis e complexos da história do Santos, sempre houve um jovem da base para encher o coração dos santistas de esperança. Na Vila, a regra é clara: um raio sempre pode cair novamente no mesmo lugar.

Santos

Melhor campanha: campeão
Posição no Brasileirão 2019:
Presidente: José Carlos Peres
Estádio: Vila Belmiro (Santos)
Mascote: Baleia

Falamos com: Luan Peres

Luan Peres em ação com a camisa do Peixe Luan Peres em ação com a camisa do Peixe
Créditos: Divulgação/Santos

"Vamos brigar na parte de cima!"

 

- O que podemos esperar do Santos no Brasileirão Assaí 2020?
As pessoas podem esperar um time mais pronto, já que ainda estamos voltando de um longo período de inatividade. Estamos nos preparando bem nesse momento, disputando o Campeonato Paulista, e voltando ao ritmo que estávamos quando o futebol parou. Temos certeza que temos tudo para fazer um grande campeonato e brigar lá em cima na tabela de classificação, como foi no ano passado.

- Qual deve ser o maior desafio para o clube neste campeonato?
Um dos nossos maiores desafios e que vai nos exigir alguma adaptação é o fato de jogarmos sem torcida. A gente sabe da força que o Santos tem na Vila Belmiro, com a torcida bem perto do campo, cria um ambiente muito bom e sempre foi muito difícil ganhar do Santos em casa. Mas, apesar dessa dificuldade, precisamos entender que é um momento difícil que o mundo vive e vamos nos adaptar da melhor forma possível. 

- Vocês chegaram muito próximos do título ano passado e acabaram na segunda colocação. Qual é o ponto chave para não bater na trave dessa vez?
Todos sabem que o Campeonato Brasileiro é um campeonato muito difícil, com um nível de exigência muito alto e que conta com 20 times em um nível muito bom. Sabemos que é muito importante conseguirmos bons resultados dentro de casa e, sempre que possível, buscar pontos fora.

Palpite dos especialistas


Pepe, ídolo do Santos

O Santos chega para buscar uma boa classificação. O objetivo é ser campeão em todo campeonato que o Peixe disputa. Se não for conseguir, acredito que brigará na parte de cima da tabela por uma vaga na Libertadores. As expectativas são grandes para um ótimo desempenho

Ubiratan Leal, jornalista da ESPN

"Jesualdo buscava equipes mais equilibradas entre ataque e defesa, com um futebol um pouco mais contido que o do seu antecessor. Mas esse time ainda não deslanchou. De qualquer modo, é uma equipe que teve lampejos de futebol competitivo, sobretudo nos clássicos e na Libertadores. A perspectiva do Peixe é brigar na faixa que pode pegar uma vaga na Pré-Libertadores ou ficar só com a Copa Sul-Americana.”

Lucas Musetti, repórter da Gazeta Esportiva

"O Santos, em mais uma temporada, chega sem favoritismo. Vice-campeão em 2019, o Peixe perdeu o técnico e jogadores importantes. Acredito que se classificar novamente para a Libertadores da América seja o principal objetivo."

Análise tática


Como chega o Santos para a disputa do Brasileirão Assaí? Nas redes sociais, o @brasileirao, em parceria com o @Footure, destrinchou um pouco de como o Peixe gosta de jogar, os principais destaques do clube e os números do time no ano.

A análise de Caio Nascimento dá destaque para a individualidade de Marinho e Soteldo, jogadores mais perigosos do Peixe no último terço do campo. O setor defensivo, por sua vez, é onde mora o perigo. O clube da baixada santista teve uma média de mais de um gol sofrido por jogo no Campeonato Paulista - o que ligou um alerta vermelho para o Brasileirão Assaí 2020. O comandante que substituir Jesualdo Ferreira, recém-demitido, terá pouco tempo para impôr seu estilo e corrigir as brechas defensivas da equipe.

Clique aqui e confira a análise tática completa do Santos no site do Footure.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Hoje é dia de Peixe! É hora de conferir o retrospecto do alvinegro praiano no ano até o momento. E aí, santista... Quais são as suas expectativas para a minha disputa? #BRSAN @SantosFC

Uma publicação compartilhada por Brasileirão Assaí (@brasileirao) em

PATROCINADORES

Futebol Brasileiro Nike Itaú VIVO Guaraná Antártica Mastercard GOL CIMED Semp TCL FIAT 3 Corações Techno GYM STAT Sports