Campeões comemoram conquista do Brasileirão Assaí

Campeões comemoram conquista do Brasileirão Assaí

Equipe alviverde teve consistência ao longo de toda a competição e arrancou na reta final para assumir a liderança e garantir o título

 

Os protagonistas do Palmeiras, campeão pela 12ª vez do Campeonato Brasileiro nesta quarta-feira (6), celebraram a conquista do Brasileirão Assaí 2023 no gramado do Mineirão, em Belo Horizonte (MG). O empate com o Cruzeiro em 1 a 1 marcou o fim de uma temporada consistente da equipe, que assumiu a liderança na 34ª rodada e se sagrou campeão pelo segundo ano consecutivo. No Mineirão, Endrick abriu o placar para o Palmeiras no primeiro tempo. Nikão marcou o gol de empate do Cruzeiro na segunda etapa. 

Após a entrega oficial da taça do Brasileirão Assaí, o goleiro Weverton destacou o empenho necessário para o time chegar ao título e confessou que não se recorda de uma edição tão disputada como a de 2023.

"Essa conquista tem um sabor especial para a gente porque foi diferente. Se não estou enganado, esse é o meu 11º Brasileirão seguido e nunca vi uma disputa tão acirrada nas últimas rodadas. Feliz por mais um título. Acho que essa é a recompensa de um grande esforço, do sacrifício, das renúncias. Quando se conquista, você sabe porque está conquistando. Agora vamos celebrar porque é uma conquista muito especial", afirmou o goleiro.

Weverton e Raphael Veiga com a taça do Brasileirão Assaí 2023 Weverton e Raphael Veiga com a taça do Brasileirão Assaí 2023
Créditos: Cesar Greco/Palmeiras

Desde que foi contratado, Abel Ferreira se tornou um dos treinadores mais vencedores da história do clube e conquistou a idolatria da torcida alviverde. Ele explicou por que o Palmeiras vem apresentando temporadas vitoriosas sob seu comando. 

"Muito feliz por ver nossa torcida feliz. Esse é o nosso lema enquanto time. Jogar por eles e para eles. Não vamos ganhar sempre, mas a verdade é que temos ganhado muitas vezes. Mais do que ganhar, é perceber que essa equipe está sempre em todas, luta por todas até o fim. Acho que ficou mais uma vez evidente aqui neste Brasileirão o acreditar, o nunca desistir e a consistência de um grupo de trabalho", disse o treinador português.

Abel Ferreira recebe a medalha do presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues Abel Ferreira recebe a medalha do presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues
Créditos: Staff Images / CBF

Aos 17 anos, Endrick assumiu um protagonismo como se estivesse uma farta experiência pela equipe profissional do Palmeiras. Em seu segundo ano, o jovem conquistou seu segundo Campeonato Brasileiro e ressaltou a importância do trabalho coletivo para seguir vencendo. 

"Não existe protagonismo. Se estivesse só eu dentro de campo, eu não conseguiria ganhar nunca. Tenho que agradecer por estar em um time assim. Graças a Deus, pude conquistar meu segundo Brasileirão. Mas nada disso eu conquistaria sem a ajuda da minha equipe, do Abel, de todos. Vamos buscar mais, sabemos que já tem a Supercopa do Brasil e o Paulista do ano que vem", contou o jogador.

Endrick comemora o gol do Palmeiras no Mineirão Endrick comemora o gol do Palmeiras no Mineirão
Créditos: Staff Images / CBF

O capitão do Palmeiras, Gustavo Gomez, também festejou o título e disse que o elenco ainda tem muito a conquistar.

"Feliz demais. Acho que nosso grupo trabalhou para isso. Nosso time está com essa fome de conquistas, de vitória, e acho que ainda temos muita lenha para queimar", afirmou o zagueiro paraguaio. 

PATROCINADORES

Futebol Brasileiro Nike Guaraná Antartica Vivo Itaú Neoenergia Mastercard Gol Cimed Pague Menos TCL SEMP TechnoGym StatSports Kin Analytics Globus Italian Excellence