Prêmio Brasileirão 2019: Bruno Guimarães, do Athletico-PR, melhor meia

Prêmio Brasileirão 2019: Bruno Guimarães, do Athletico-PR, melhor meia

Encaixe perfeito no meio de campo do Furacão, Bruno Guimarães foi um dos destaques da temporada 2019 do Brasileirão

Prêmio Brasileirão 2019 Prêmio Brasileirão 2019
Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

Juventude com um toque de experiência. Aos 22 anos, Bruno Guimarães parece já conhecer com detalhes todas as facetas do futebol. Um verdadeiro maestro no meio de campo do Athletico-PR, orquestrou o time durante a boa campanha na Série A 2019. E para fechar o ano com chave de ouro, recebeu o troféu de melhor meia do campeonato. O prêmio foi entregue, nesta segunda-feira (9), durante a cerimônia do Prêmio Brasileirão. 

– Me sinto muito feliz, é um prêmio que eu sempre busquei. Desde quando eu era criança eu sonhava em estar nessa festa, recebendo esses prêmios, então me sinto realizado. Fiquei muito feliz, quando me contaram eu não acreditei. Eu falei ‘é sério mesmo, cara? Tá falando a verdade?’. Então eu falei: 'vou para o Rio logo’, comprei o terno e fiquei bonitinho para receber o prêmio – revelou o jogador.

Natural do Rio de Janeiro, saiu do Audax, de São Paulo, para reforçar as categorias de base do Furacão em 2017. No mesmo ano, fez sua estreia na Série A, mas foi em 2018 que passou a ser uma das engrenagens do time. 

– Com certeza é mais especial receber esse prêmio no Rio de Janeiro, minha vida foi toda aqui, sou carioca da gema. Ter meus pais aqui, meus amigos, meus familiares. Então, com certeza dá um clima a mais.

Foram alguns testes como zagueiro e primeiro volante até encontrar a posição ideal no meio de campo. Com a bola nos pés, Bruno Guimarães dita o ritmo da equipe, sabe a hora de acelerar e a hora de cadenciar o jogo. Foi desse jeito, que o meia ajudou o Furacão a conquistar a Sul-Americana (2018) e a Copa do Brasil deste ano. Além dos títulos, as boas atuações chamaram atenção do comissão técnica da Seleção Olímpia e em setembro veio a primeira convocação. 

– Foi um ano quase que perfeito, com Seleção Olímpica e campeão da Copa do Brasil. Agora no segundo turno ficamos em segundo colocado, talvez poderíamos ter ficado melhor colocado, mas priorizamos a Copa do Brasil no primeiro turno. Então, eu acho que veio para coroar o ano perfeito da gente – encerrou. 

PATROCINADORES

Futebol Brasileiro Nike Itaú VIVO Guaraná Antártica Mastercard GOL CIMED Semp TCL FIAT 3 Corações Techno GYM STAT Sports