Palmeiras foi supercampeão paulista em 1959

Palmeiras foi supercampeão paulista em 1959

Título foi decidido em três jogos contra o Santos, disputados em janeiro de 1960

Palmeiras supercampeão Palmeiras supercampeão
Créditos: Divulgação

Palmeiras e Santos terminaram o Campeonato Paulista de 1959 empatados em primeiro lugar em número de pontos. O critério para a decisão do título foi a disputa de três jogos, que seriam realizados no ano seguinte, no mês de janeiro, todos no Pacaembu.

No dia 5 de janeiro, na primeira partida, houve empate em 1 a 1. Pelé abriu o placar para os santistas, e Zequinha empatou.

No dia 7 de maio, na segunda partida, também houve empate. Pepe abriu o marcador, Getúlio (contra) e Chinesinho viraram para o Palmeiras, mas o mesmo Pepe deu números finais: 2 a 1.

A "negra" foi marcada para o dia 10 de janeiro, quando finalmente seria conhecido o campeão. E deu Palmeiras, de virada. Pelé fez 1 a 0 para o Santos, Julinho empatou, e Romeiro, em cobrança de falta, marcou o gol que deu o título ao time de verde.

PALMEIRAS - Valdir, Djalma Santos, Valdemar Carabina, Aldemar e Geraldo Scotto; Zequinha e Chinesinho; Julinho, Américo, Romeiro e Nardo. 

Técnico: Osvaldo Brandão

SANTOS -  Laércio, Getúlio, Uruabatão, Formiga, Zito e Dalmo; Dorval, Jair da Rosa Pinto, Pagão, Pelé e Pepe.

Técnico: Lula

PATROCINADORES

Futebol Brasileiro Nike Guaraná Antártica VIVO ITAÚ Mastercard GOL CIMED SEMP TCL FIAT Pague Menos BitCi 3 Corações Techno Gym Stat Sports Kin Analytics Globus