No Brasileirão Assaí 2020, Grêmio busca 'título que falta para' geração multicampeã

No Brasileirão Assaí 2020, Grêmio busca 'título que falta para' geração multicampeã

Tricolor Gaúcho não conquista o Campeonato Brasileiro há 24 anos, mas acredita no elenco que já conquistou o país e o continente para quebrar esse jejum


Poucos times brasileiros têm um desempenho tão bom nos últimos anos quanto o Grêmio. Sob o comando do técnico e ídolo Renato Portaluppi, o Tricolor Gaúcho é considerado por muitos um dos melhores times do país, não só pelos resultados, como pela qualidade do futebol jogado. 

Apesar de comandar uma geração multicampeã, ainda falta a Renato uma conquista como treinador do Grêmio: o Brasileirão Assaí. Com o técnico, o Tricolor conquistou a Copa do Brasil e a Copa Libertadores da América, encerrando uma seca de mais de 15 anos sem grandes títulos. Mas ainda falta o Campeonato Brasileiro.

Para a edição do Brasileirão Assaí de 2020, o Grêmio conta com uma base já conhecida de seu torcedor. A dupla de zaga será formada novamente por Kanemann e Geromel, o meio tem os talentos de Matheus Henrique e Jean Pyerre, além da experiência de Maicon, Thiago Neves e Diego Souza. Será que o Grêmio adiciona mais essa taça à sua galeria?

Grêmio-RS

Melhor campanha: campeão
Posição no Brasileirão 2019: 4º
Presidente: Romildo Bolzan
Estádio: Arena do Grêmio (Porto Alegre)
Mascotes: Mosqueteiro

Falamos com: Jean Pyerre


Grêmio e Athletico-PR abriram a disputa por uma vaga na final da Copa do Brasil 2019 Jean Pyerre é uma das joias produzidas pelas categorias de base do Grêmio
Créditos: Pedro H. Tesch/AGIF

"A gente sempre entra para brigar por todos os títulos"

 

- O que podemos esperar do Grêmio no Brasileirão 2020?
Podem esperar um Grêmio muito forte e muito competitivo, como a gente sempre procura entrar nas competições. Em busca do título, e de cada jogo dar o nosso melhor e evitar cometer os erros que a gente vem cometendo ultimamente. Como pecar em finais de jogos e entrar desconcentrados em outras partidas.

- Qual deve ser o maior desafio para o clube neste campeonato?
O maior desafio vai ser a gente manter a nossa regularidade por causa do calendário apertado e com muitas competições. Vai ser um ano atípico, um pouco diferente, então a gente tem que focar primeiro em manter uma regularidade, já que a equipe é muito forte e muito qualificada. Acredito que não só o Grêmio, mas as outras equipes também terão essa adversidade para superar.

- Esse time do Grêmio conquistou muita coisa nos últimos anos. Falta o Brasileirão? Há uma pressão maior por esse título?
Não acredito que tenha uma pressão maior pelo Campeonato Brasileiro, lógico que dos últimos títulos que conquistamos, não conseguimos buscar esse. Mas acho que o Grêmio é um clube grande, então a gente sempre entra para brigar por todos os títulos, enxergo que a pressão não seja por um Brasileirão em si, mas sim por um título. Se conseguirmos o Brasileirão, será muito gratificante porque é um campeonato muito grande, mas pode ser uma Copa do Brasil, uma Libertadores… A vontade que a equipe tem é de vencer alguma competição.

Palpite dos especialistas


Jardel, ídolo do Grêmio

"O Grêmio sempre foi um time forte, então começa o campeonato mostrando mais uma vez essa força. Mas todo gremista sabe que o clube dá mais prioridade para a Libertadores. Se não der para ganhar a Libertadores, tem toda a capacidade de lutar muito com os outros grandes pelo título do Brasileirão.”

Ana Thaís Matos, comentarista do SporTV

“O Grêmio precisa se reinventar para mostrar que o trabalho do Renato segue competitivo. O time tem uma forma de jogar e ganhou novas peças em 2020. O desafio é se mostrar competitivo diante do mais longevo trabalho de um técnico atualmente no Brasil e sabendo que o patamar - que ficou exposto de forma nacional em 2019 com o Flamengo - agora tem também no principal rival ares de novidade. Renato optou nos últimos anos em privilegiar outros campeonatos em relação ao Brasileiro, e de certa forma deu certo com os títulos da Copa do Brasil e da Libertadores. Porém, com a mudança da temporada, o torcedor gremista merece um time competitivo também no principal campeonato nacional.”

Raphael Gomes, setorista do Grêmio na Rádio Gaúcha

“O Grêmio quer e pode ser campeão brasileiro. Renato Portaluppi tem uma base montada há anos. Em 2020, o time contratou um goleiro, um lateral-direito e um centroavante para serem titulares. Vanderlei, Victor Ferraz e Diego Souza eram peças que o treinador não tinha no elenco no ano passado. Além disso, Orejuela, Lucas Silva e Thiago Neves engrossam o elenco que no ano passado sentiu falta da variedade de peças. Tudo leva a crer que este será o último ano do ídolo gremista no comando da casamata do Tricolor. E um título brasileiro fecharia este ciclo vitorioso com chave de ouro.”

Análise tática


Como o Grêmio chega para a disputa do Brasileirão Assaí? O @brasileirao usou as redes sociais para avaliar, em parceria com @Footure, o panorama do Imortal para o início da competição.

A análise feita por Gabriel Corrêa fala sobre a força do elenco gremista, que teve sequência e se manteve nos anos comandado por Renato Portaluppi. Com jogadores experientes e força vindo da base, o Tricolor também tem poder individual e aposta na qualidade do ataque e defesa no Brasileiro.

Clique aqui e confira a análise tática completa do Grêmio no site do Footure.

PATROCINADORES

Futebol Brasileiro Nike Itaú VIVO Guaraná Antártica Mastercard GOL CIMED Semp TCL FIAT 3 Corações Techno GYM STAT Sports