Danilo (in memoriam) é eleito o Craque da Galera

Danilo (in memoriam) é eleito o Craque da Galera

Eleito pelos torcedores, pela internet, arqueiro foi representado pela mãe, dona Ilaídes, na Cerimônia de Encerramento do Brasileirão 2016

Danilo - Chapecoense 1x0 Coritiba

Danilo - Chapecoense 1x0 Coritiba

Créditos: Assessoria Chapecoense

Danilo - Santa Cruz 2x2 Chapecoense

Danilo - Santa Cruz 2x2 Chapecoense

Créditos: Assessoria Chapecoense

Danilo - Chapecoense 1x3 Flamengo

Danilo - Chapecoense 1x3 Flamengo

Créditos: Giba Pace Thomaz

Danilo - Atlético-MG 3x1 Chapecoense

Danilo - Atlético-MG 3x1 Chapecoense

Créditos: Assessoria Chapecoense

Danilo - São Paulo 2x2 Chapecoense

Danilo - São Paulo 2x2 Chapecoense

Créditos: Assessoria Chapecoense

Danilo - Treino 19 de julho

Danilo - Treino 19 de julho

Créditos: Assessoria Chapecoense

Danilo - Treino 25 de junho

Danilo - Treino 25 de junho

Créditos: Assessoria Chapecoense

Danilo - Treino 7 de junho

Danilo - Treino 7 de junho

Créditos: Assessoria Chapecoense

Danilo - Ponte Preta 2x1 Chape

Danilo - Ponte Preta 2x1 Chape

Créditos: Assessoria Chapecoense

Danilo - Chapecoense 2x2 Ponte Preta

Danilo - Chapecoense 2x2 Ponte Preta

Créditos: Giba Pace Thomaz

Danilo - Grêmio 1x0  Chapecoense

Danilo - Grêmio 1x0 Chapecoense

Créditos: Assessoria Chaopecoense

O goleiro Danilo (in memoriam), da Chapecoense, foi eleito o Craque da Galera do Campeonato Brasileiro 2016. Eternizado por defesas milagrosas durante a temporada com o clube catarinense, o arqueiro de 31 anos foi uma das vítimas no acidente em Medellín, na Colômbia, mas ficou para sempre nas lembranças e no coração dos torcedores que o elegeram na disputa. No auditório da CBF para receber a homenagem ao filho, Dona Ilaídes emocionou mais uma vez a todos. A mãe do goleiro alviverde lembrou das crianças fãs da Chape e pediu que a nova geração de guerreiros abrace a cidade catarinense com o amor que ela merece.

Eu senti uma vontade muito grande de abraçar aquele repórter naquela hora. Chapecó estava vivendo aquele momento muito difícil. Neste momento, as pessoas é que estão querendo me abraçar, e isso é que está me dando forças e me deixando em pé. É assim que me mantenho em pé, eu abraço e você me segura. Quero mandar um abraço muito grande para as crianças de Chapecó. Elas estão sofrendo muito. O Danilo e todos os outros eram ídolos. Em nome da Associação Chapecoense, agradeço todo o carinho. E espero que os próximos guerreiros que cheguem lá abracem com carinho aquela torcida e sejam os novos guerreiros para eles.

Danilo construiu grande parte de sua carreira no Estado do Paraná. Sua trajetória profissional se iniciou no Cianorte (PR/2003-2005; 2006-2007), passando pelo Engenheiro Beltrão (PR/2006), Nacional Atlético Clube (PR/2006-2008), Paranavaí (PR/2009), Operário Ferroviário (PR/2009-2010), Arapongas (PR/2010-2011) e Londrina (PR/2011-2013), até chegar na Chapecoense, de Santa Catarina, em setembro de 2013. Durante os seus três anos no clube catarinense, foram 152 jogos oficiais, sendo 60 vitórias, 48 empates, 44 derrotas e 152 gols sofridos. Com a camisa 1 da Chape, Danilo conquistou o Campeonato Catarinense e a Copa Sul-Americana, todos em 2016. 

Ao final da Cerimônia de Encerramento do Brasileirão 2016, foram exibidas imagens em homenagem às vítimas do acidente envolvendo o avião da Chapecoense, em Medellín, na Colômbia, no dia 29 de novembro, relembrando os jogadores, jornalistas esportivos e convidados presentes no voo.

Prêmio Brasileirão 2016 - Kin Saito/CBF

 

PATROCINADORES

Futebol Brasileiro Nike Guaraná Antártica VIVO Itaú Mastercard Voe GOL CIMED Semp TCL FIAT Pague Menos Café 3 Corações Techno Gym Stat Sports Kin Analytics