Sob o comando estrangeiro de Coudet, Internacional quer fim de jejum no Brasileirão Assaí 2020

Sob o comando estrangeiro de Coudet, Internacional quer fim de jejum no Brasileirão Assaí 2020

Sem levantar a taça do Campeonato Brasileiro desde 1979, Colorado conta com técnico argentino e elenco versátil para buscar o título

O Internacional respira novos ares em 2020. E com um sotaque carregado no castellano. Em busca de seu quarto título no Brasileirão Assaí 2020, o Colorado confia na direção do técnico argentino Eduardo Coudet para voltar a pintar o Brasil de vermelho.

O treinador chegou ao Inter no começo do ano, assumindo um elenco que já havia mostrado sua força na temporada passada. Sétimo colocado em 2020, o Colorado ainda disputou a final da Copa do Brasil e foi até as quartas de final da Copa Libertadores América.

Mas não é só Coudet quem carrega o sotaque no Internacional. O elenco tem alguns destaques estrangeiros, como o peruano Paolo Guerrero e os argentinos Victor Cuesta, Andrés D'Alessandro e Damián Musto. O Colorado ainda conta com uma boa base da temporada passada, com jogadores como Marcelo Lomba, Patrick e Edenílson.

Internacional


Melhor campanha:
 campeão
Posição no Brasileirão 2019: 7º
Presidente: Marcelo Medeiros
Estádio: Beira-Rio (Porto Alegre)
Mascote: Saci-Pererê

Falamos com: Edenílson


Internacional volta a vencer o Cruzeiro e garante vaga na final da Copa do Brasil, para enfrentar o Athletico Paranaense Edenilson comemora gol pelo Internacional
Créditos: Jeferson Guareze/AGIF

"O maior desafio será manter a regularidade"

 

- O que podemos esperar do Inter no Brasileirão 2020?
Podemos esperar uma equipe intensa que gosta de ter a bola e pressionando os adversários para recupera-lá.

- Qual deve ser o maior desafio para o clube neste campeonato?
Acredito que o maior desafio será manter a regularidade durante o campeonato todo para buscar o título.

- Como tem sido para vocês a adaptação ao trabalho de Eduardo Coudet? É muito diferente?
A adaptação tem sido muito boa e esperamos que com o tempo e decorrer dos jogos possamos assimilar ainda mais as ideias dele. As ideias dele são muito claras, uma equipe que pressiona e tempo todo e que goste der a bola pra jogar.

Palpite dos especialistas


Alex, ídolo do Internacional

"A expectativa é de um Inter chegando muito bem no Brasileirão. Tem um elenco muito bom, experiente e um treinador que encaixou bem, encontrando uma maneira agressiva do grupo atuar. Tudo isso conectado faz com que o torcedor possa esperar uma bela campanha do clube. Mesmo se o Inter não tivesse esse elenco interessante, a ideia seria entrar pensando em título. O pensamento é sempre começar o campeonato tentando perder o mínimo de pontos possível para aumentar as chances de ser campeão."

Ana Thaís Matos, comentarista do SporTV

“O Inter chega entre os favoritos pela evolução do time do ano passado, que já era bom e que agora muda a forma de jogar com um técnico que é um craque, Chacho Coudet. A impressão deixada antes da pandemia era muito positiva e tem tudo para se confirmar. Isso não quer dizer que será campeão, mas de fazer o Internacional ainda mais competitivo e com uma forma de atuar diferente em relação ao ano passado: intensidade, controle de jogo e efetividade. O Inter tem que entrar forte pelo título brasileiro e quebrar o ritmo de RJ e SP, que não é superado desde 2014 - com o último título do Cruzeiro.”

Marinho Saldanha, setorista do Inter no UOL Esportes

“Na minha opinião, o Inter tem a melhor perspectiva para o Brasileirão dos últimos anos. O time mostrou um futebol empolgante e ofensivo sob comando de Eduardo Coudet, que assumiu no início da temporada. Até agora não sofreu gols na Libertadores e conseguiu se impor contra qualquer adversário, em casa ou fora. Além disso, recebeu reforços importantes como Boschilia, Saravia, Musto e Marcos Guilherme, e segue contando com a experiência de Paolo Guerrero e D'Alessandro. Definitivamente, o Inter tem time para brigar pelo título."

Análise tática


Como o Internacional chegará para a disputa do Brasileirão Assaí? O @brasileirao, em parceria com o @Footure, falou em suas redes sociais sobre a equipe de Eduardo Coudet.

A análise de Dimitri Barcellos exaltou as novas ideias do treinador colorado, citando a busca pela posse da bola e a marcação alta, propostas características dele. O jornalista também comentou da regularidade de Victor Cuesta e alguns talentos individuais que podem aparecer no Brasileiro.

Clique aqui e confira a análise tática completa do Internacional no site do Footure.

PATROCINADORES

Futebol Brasileiro Nike Itaú VIVO Guaraná Antártica Mastercard GOL CIMED Semp TCL FIAT 3 Corações Techno GYM STAT Sports