CBF monta estratégia para entregar taça ao campeão da Série A

CBF monta estratégia para entregar taça ao campeão da Série A

Três taças estarão simultaneamente no Mineirão, Morumbi e Fonte Nova nesta quarta-feira (6)

Três taças estarão em locais diferentes nesta quarta-feira; apenas uma delas será erguida Três taças estarão em locais diferentes nesta quarta-feira; apenas uma delas será erguida
Créditos: Joilson Marconne / CBF

A entrega da taça ao campeão da Série A do Brasileirão Assaí 2023 vai mobilizar três centros do futebol nacional nessa quarta-feira (6), quando será disputada a última rodada da competição. Embora o Palmeiras esteja matematicamente muito próximo do título, a CBF montou uma estratégia para evitar surpresas.

A entidade disponibilizou três taças que estarão no Mineirão, onde o Palmeiras enfrentará o Cruzeiro, no Morumbi e na Fonte Nova, locais em que Flamengo e Atlético-MG têm chances de dar a volta olímpica: os dois jogarão contra São Paulo e Bahia, respectivamente.

O Brasileirão de 2023 é o mais disputado de todos os tempos. Bateu recordes de público e de audiência e teve reviravoltas improváveis. Por isso, chega à 38ª rodada com três equipes em condições de ganhar o título: Palmeiras, Atlético-MG e Flamengo. O mais incrível é que o campeão pode ser definido pelo saldo de gols.

“Estou feliz por ter posto em prática uma grande parte das minhas promessas em um ano e sete meses de gestão. A última competição do nosso calendário foi um sucesso, assim como as Séries B, C e D de 2023, que receberam investimentos inéditos. A Série B, por exemplo, entregou um campeonato fantástico, apesar das dificuldades. Já a Série A deste ano se projetou como a maior de todos os tempos, com vários recordes e emoção garantida até o último minuto”, disse o presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues.

Três taças estarão em locais diferentes nesta quarta-feira; apenas uma delas será erguida Três taças estarão em locais diferentes nesta quarta-feira; apenas uma delas será erguida
Créditos: Joilson Marconne / CBF

Ele prometeu melhorias para as mesmas competições em 2024.

“Fomos muito bem também na Copa do Brasil, com duas decisões em domingos isolados, e nas competições de futebol feminino e de base. Já anunciei que para 2024 vamos ter novos investimentos para incrementar o nosso futebol e uma abertura de Série A diferente, com um jogo que celebrará o sucesso do Brasileirão, reconhecido por todos como o campeonato mais difícil do mundo. Tudo isso é fruto de muito trabalho, com transparência e lisura, e nos dá força para elevar ainda mais a imagem do futebol brasileiro no mundo todo.”

O sucesso da temporada não se resume realmente à Série A do Brasileiro. Nas outras divisões, o nível de competitividade também foi bastante alto, com grandes jogos e estádios lotados.

Na Série D, o Ferroviário-CE sagrou-se campeão em duelo contra a Ferroviária-SP. No último jogo da competição, o time cearense bateu seu recorde de público no Estádio Presidente Vargas, em Fortaleza.

Na Série C, o Amazonas ganhou o título após dois jogos contra o Brusque. No primeiro deles, mais de 30 mil pessoas compareceram à Arena da Amazônia.

Também na Série B, com a corrida pelo acesso aberta até a última rodada, a competição contemplou os torcedores com grandes jogos e mudanças frequentes na tabela de classificação. Na penúltima rodada, o Vitória celebrou o título no Barradão com recorde de público no estádio.

A Copa do Brasil foi outro ponto forte do futebol brasileiro em 2023. Pela primeira vez na história, a CBF determinou que as duas finais do torneio fossem disputadas em fins de semana, sem a concorrência de jogos do Brasileirão.

No Feminino, as Séries A1, A2 e A3 também proporcionaram grandes embates e com boa presença de público. Equilíbrio técnico e confrontos emocionantes, do mesmo modo, puderam ser vistos em competições de base, tanto no masculino quanto no feminino.


Veja mais

PATROCINADORES

Futebol Brasileiro Nike Guaraná Antartica Vivo Itaú Neoenergia Mastercard Gol Cimed Pague Menos TCL Semo Technogym Core Laser Mectronic Kin Analytics