Prêmio Brasileirão 2021: Bia Zaneratto, do Palmeiras, melhor atacante, artilheira e Craque do Brasileirão Feminino Neoenergia

Prêmio Brasileirão 2021: Bia Zaneratto, do Palmeiras, melhor atacante, artilheira e Craque do Brasileirão Feminino Neoenergia

Principal nome do campeonato, Imperatriz foi eleita a melhor atacante, artilheira e craque do Brasileirão Feminino Neoenergia.

Prêmio Brasileirão 2021 Prêmio Brasileirão 2021
Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

Bia Zaneratto fez do futebol nacional o seu império em 2021. Ninguém mais se destacou durante o Brasileirão Feminino Neoenergia do que a ex-atleta do Palmeiras. Com uma passagem meteórica pelo país, a Imperatriz foi eleita a melhor atacante, craque do campeonato e ainda foi condecorada como artilheira da competição. Ela recebeu os troféus, nesta sexta-feira (10), durante o Prêmio Brasileirão, no Rio de Janeiro. 

A jogadora foi a mais premiada da noite, ao lado do atacante Hulk, com três troféus individuais cada. E todo reconhecimento parece ser pouco. Afinal de contas, Bia Zaneratto enfileirou prêmios sem ao menos ter atuado na reta final do Brasileirão Feminino Neoenergia.

No período em que esteve em campo pelo Palmeiras, durante os pontos corridos da competição, a Imperatriz marcou 13 gols e deu oito assistências – somando incríveis 21 participações para gols em apenas 15 jogos disputados pelo Verdão.

"Muito feliz de ter feito um bom trabalho e ser reconhecida por isso, mesmo que apenas na primeira parte (do campeonato). Porém mesmo assim consegui alcançar a artilharia, o que representa algo bom. Sou muito grata também ao Palmeiras por ter me proporcionado esse momento, ter me ajudado. Agradecer ao Ricardo Belli também, que fez uma fórmula de jogo diferente, em que meu futebol pôde se sobressair, e também a todas as minhas companheiras", declarou.

Com um poderio ofensivo liderado pela artilheira do campeonato, o Palmeiras encerrou a primeira fase do Brasileirão Feminino Neoenergia com o melhor ataque – 45 gols em 15 partidas. No mata-mata, já sem contar com Bia Zaneratto, o Verdão chegou à final e ficou com o vice-campeonato.

PATROCINADORES

Futebol Brasileiro