Cruzeiro conta com a artilheira Duda para conquistar o Feminino A2

Cruzeiro conta com a artilheira Duda para conquistar o Feminino A2

Maria Eduarda, a Duda, fez 11 gols na atual edição do Brasileirão Feminino A2. A camisa 10 de apenas 18 anos é a artilheira do Cruzeiro na competição

Quartas de final Brasileirão Feminino-A2: Cruzeiro

Créditos: Vinnicius Silva/Cruzeiro

“Gols mesmo foi esse ano que começaram a sair”. E como saíram. Maria Eduarda, a Duda, marcou 11 gols em 10 jogos pelo Cruzeiro no ano. Com a humildade mineira, a artilheira da Raposa no Brasileirão Feminino A-2 tem apenas 18 anos mas já desponta como uma grande promessa no futebol brasileiro. Foi da camisa 10 o gol que abriu o placar no jogo da volta da semifinal, contra o Grêmio, onde o Cruzeiro venceu por 2 a 0 e carimbou a vaga na decisão.

A trajetória de Duda no futebol feminino profissional ainda é curta, especialmente pela pouca idade, mas a relação com a bola já vem desde cedo. Nascida em Jequeri, na zona da Mata Mineira, a meio campista do Cruzeiro jogava com os meninos desde os 13 anos. Ela fazia parte das categorias de base do time da cidade e foi chamada para um teste no América-MG, em 2017. No primeiro ano, não teve muitas oportunidades. Em 2018, no entanto, disputou 21 partidas pelo Coelho e marcou 14 gols. As boas atuações chamaram atenção da Raposa, que a contratou em 2019. 

– Eu jogava na minha cidade, como sou do interior jogava com os homens mesmo nas categorias de base. Feminino mesmo o América foi o primeiro e profissional também. Eu morava ao lado de um campo, então facilitou pra mim. Quando comecei a jogar na cidade, um rapaz de lá marcou um teste pra mim e foi onde tive oportunidade de começar no futebol profissional - declarou Duda.

 

A campanha do Cruzeiro até a decisão do Feminino A-2 passa muito pelos pés de Duda. A camisa 10 marcou seis gols na primeira fase, fez um hat-trick (três gols na mesma partida) no primeiro jogo das oitavas de final contra o Pinheirense-PA, marcou nas quartas de final contra o Ceará e também na semifinal contra o Grêmio. Este último, em especial, muito importante para levar a Raposa até à final.

– Acredito que foi muito bom esse gol, não só pra mim, mas para toda equipe. Estava 0x0, então deu mais tranquilidade pra manter o jogo a nosso favor. Agora é trabalhar duro pra chegar na final e fazer dois bons jogos - finalizou.

O Cruzeiro entra em campo neste domingo (18), às 14h, no Estádio Pacaembu, para encarar o São Paulo no primeiro jogo da decisão do Brasileirão Feminino A2. O jogo terá transmissão ao vivo da TV Band e do MyCujoo. ​

PATROCINADORES

Futebol Brasileiro NikeItaúVIVOGuaraná AntárticaMastercardGOLGrupo CIMEDSEMP TCLFIATUltrafarmaEnglish LiveTechnogymStatsports3 Corações