Prêmio Brasileirão 2018: Arthur Elias, do Corinthians, é eleito o melhor técnico

Prêmio Brasileirão 2018: Arthur Elias, do Corinthians, é eleito o melhor técnico

Comandando a equipe feminina do Timão há dois anos, Arthur já faturou em 2018 o título de melhor técnico do Campeonato Paulista

Arthur Elias, técnico do Corinthians - Prêmio Brasileirão 2018

Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

Técnico da equipe campeã do Campeonato Brasileiro Feminino A-1 2018, o Corinthians-SP, Arthur Elias fecha o ano com chave de ouro faturando também o prêmio de melhor técnico da temporada 2018. E não é para menos: ao longo do torneio nacional foram 20 partidas, somando 15 vitórias, quatro empates e apenas uma derrota sob seu comando. 

– Felizmente nós conseguimos atingir nosso objetivo e ser campeões da competição. A equipe teve um excelente desempenho. Tivemos apenas uma derrota, foram muitas vitórias e fizemos uma final que vai ficar marcada na história pelo nível técnico apresentado. Foi um ano especial. Um campeonato muito difícil e duro de se vencer e fico muito feliz em conquistar meu segundo, agora com o Corinthians – destacou.

Também dono do título de melhor treinador do Campeonato Paulista deste ano – já tendo conquistado o vice-campeonato –, ele iniciou sua carreira em 2006 com uma equipe universitária, onde deu os primeiros passos para o vitorioso currículo. Em 2013, no primeiro ano do novo formato do Brasileirão, sagrou-se campeão orientando o Centro Olímpico-SP.

A bela trajetória de Arthur Elias, há dois à frente da equipe feminina do Timão, também conta com o título de Campeão da Copa do Brasil 2018 e da Libertadores - na parceria com o Audax -, além da mais recente conquista do Brasileirão Feminino 2018. 

O Prêmio Brasileirão é a cerimônia de entrega de troféus aos melhores do campeonato. No masculino, a eleição online é realizada com cerca de 10 mil profissionais de imprensa, capitães e treinadores dos 20 clubes, além de jogadores e comissão técnica da Seleção Brasileira. São 11 troféus para os atletas mais votados por posição, melhor técnico, artilheiro, revelação, craque do Brasileirão, craque da galera (escolha pelo Globoesporte.com), gol mais bonito (apontado pelos torcedores pelo Facebook da CBF), fair play, melhor árbitro e dois assistentes.

Neste ano, o Brasileiro Feminino A-1 também premiará as 11 jogadoras do time ideal, melhor treinador ou treinadora, artilheira, craque, revelação e fair play. Também está prevista a categoria Não é Só Futebol, que será destinada a uma atitude que transcende o campo de jogo, e uma grande homenagem da noite a um ídolo do futebol.

PATROCINADORES

Futebol Brasileiro