Adriana marca, se torna vice-artilheira, mas mantém foco no título

Adriana marca, se torna vice-artilheira, mas mantém foco no título

Artilheira do Corinthians e vice do campeonato, atacante decidiu o jogo e colocou o Corinthians em vantagem para a grande final

Rio Preto x Corinthians - jogo de ida da final do Campeonato Brasileiro Feminino A1 2018

Créditos: Bruno Teixeira/Corinthians

O Corinthians-SP saiu na frente na disputa pelo título do Campeonato Brasileiro Feminino A-1 2018. O Timão derrotou a equipe do Rio Preto-SP, na casa das adversárias, por 1 a 0 na primeira partida da final da competição na tarde de ontem (20) e abriu uma pequena vantagem em busca do título inédito nacional. Mas, a decisão teve um gosto especial para Adriana. Autora do gol do jogo, a camisa 16 do Alvinegro se tornou a vice-artilheira do torneio e aplicou a "lei do ex" na sua ex-equipe, dois dias após ter sido convocada para a Seleção Brasileira.

Na ponta da artilharia do Brasileirão Feminino está Dany Helena, do Flamengo/Marinha-RJ, que não pode aumentar sua marca já que a equipe carioca foi eliminada justamente pelo Corinthians - e com um dos gols marcados por Adriana - na Semifinal. A atacante rubro-negra balançou as redes 15 vezes, duas a mais que a goleadora da equipe paulista. Dessa forma, Adriana ainda pode a alcançar, e até chegar a liderança, na partida de volta da grande final. Mas, para ela, isso é só um detalhe. A alvinegra concentra todos os seus esforços na conquista do título.

"Eu fico feliz. Acho que a artilharia é importante mas o título pra mim é mais. Lógico que eu vou brigar sempre pra estar na artilharia do campeonato, mas o que importa mesmo é o título, independente da artilharia ou não", ponderou a camisa 16.

Destaque no Rio Preto em 2016 e 2017, Adriana conquistou, junto a equipe, dois títulos do Campeonato Paulista e o vice-campeonato brasileiro em 2016. Este primeiro jogo da final foi a primeira vez em que a artilheira corintiana enfrentou seu ex-time após sua saída.

"Eu sou muito grata por tudo o que o clube fez por mim, aqui no Rio Preto. É um momento especial pra mim, ainda mais por marcar esse gol importante na final. Mas agora eu defendo as cores do Corinthians, a gente tá fazendo um excelente ano e vai buscar esse título. Aqui a gente deu o primeiro passo, um passo importante e agora é trabalhar porque ainda tem mais um jogo em casa", disse.

Apoio incondicional da Fiel

Uma das marcas da equipe feminina do Corinthians neste campeonato é a presença de seus torcedores aonde quer que o time vá jogar. Na grande final não foi diferente. Mesmo com os 438 km de distância entre São Paulo e São José do Rio Preto, a Fiel esteve presente no Anísio Haddad, cantando e apoiando durante os mais de 90 minutos de jogo. Para Adriana, o apoio da torcida é não só importante, como fundamental para o desempenho do time.

"Eles são sempre muito importantes. A gente fala que eles são fundamentais para a gente. Todos os jogos eles estão sempre lá. Sempre gritam e dá pra ouvir bastante. Aqui eles vieram em peso, foi muito importante e lá em casa eu tenho certeza que eles vão estar também", finalizou.

O novo encontro entre torcida e Corinthians já tem dia, hora e local marcado. O jogo de volta da finalíssima do Campeonato Brasileiro Feminino A-1 2018 acontece na próxima sexta-feira, dia 26 de outubro, às 20h30 (horário de Brasília), no Parque São Jorge, em São Paulo. Para o torcedor que não puder comparecer a partida, a CBF TV fará transmissão exclusiva do jogo pelo Facebook, Twitter, Youtube e Site Oficial da entidade.

Confira aqui todos os detalhes da primeira partida da final e as informações para o próximo jogo!

PATROCINADORES

Futebol Brasileiro