Primeiro campeão do e-Brasileirão, GuiFera se supera até as conquistas

Primeiro campeão do e-Brasileirão, GuiFera se supera até as conquistas

Santista venceu a edição de 2016 em disputas emocionantes e começou a escrever a própria história no cenário mundial

Guifera comemora o título de campeão do e-Brasileirão Guifera comemora o título de campeão do e-Brasileirão
Créditos: Kin Saito/CBF

Quem enxerga só as glórias, não imagina a dificuldade que é para alcançar o estágio mais alto do esporte. Esta é a história de Guilherme Fonseca Agostini, mais conhecido como GuiFera. O jogador dividia os gramados reais com a paixão pelos games sentiu na pele o que é ter um sonho interrompido. Por causa de uma lesão que atrapalhou a sua carreira no futebol, Guilherme passou a se dedicar aos campos virtuais. Foi no Pro Evolution Soccer (PES) que ele atingiu as suas grandes conquistas. Entre elas, o título do e-Brasileirão em 2016, que iniciou a sua trajetória no cenário mundial.

GuiFera começou a atuar nos jogos online em 2012 e durante dois anos alternou sua rotina de futebol com a de atleta virtual. Natural de Jaú, interior de São Paulo, ele era goleiro nas categorias de base do XV de Jaú. Em 2014, o sonho do jovem de 14 anos foi encerrado antes da hora. Guilherme rompeu os ligamentos do joelho e teve que dar adeus ao desejo de ser atleta profissional.

- Até então, eu estava só me dedicando mesmo ao futebol de campo. Quando tive essa lesão, comecei a me concentrar mais aos PES e foi aí que começou a minha trajetória – contou.

Mas esse pequeno percalço não o impediu de seguir o seu caminho próximo ao futebol. Desde os 5 anos de idade, GuiFera brincava com video games. No começo, o adversário era seu pai. A paixão pelos games só não era maior do que o amor por um certo clube alvinegro tradicional no futebol brasileiro: o Santos. Foi com o e-Brasileirão que ele conseguiu unir essas duas paixões. GuiFera representou o Peixe em três edições do torneio. Em 2016, conquistou o título.

- Eu sempre gostei de vídeo game, foi uma paixão hereditária. Foi a realização de um sonho defender o Santos, que é o meu clube de coração. Sonhava com isso, com a possibilidade de defendê-lo nos gramados reais ou nos virtuais. Acabei concretizando isto e ser campeão na primeira edição foi ainda mais especial – disse.

Guilherme Fonseca Agostini, o GuiFera, é campeão do e-Brasileirão 2016 Guilherme Fonseca Agostini, o Guifera, é campeão do e-Brasileirão 2016
Créditos: Kin Saito / CBF

Naquele ano, a campanha até a final foi de cinco vitórias e apenas uma derrota. A classificação na semifinal contra o Sport veio depois de muita garra e um gol no final da segunda partida, deixando o placar agregado em 4 a 3. Na final, o esperado duelo contra o seu amigo HenrykinhO. O título foi conquistado com um triunfo por 5 a 4 na soma dos confrontos. 

- A semifinal e a final foram muito emocionantes. Na semi, eu consegui o gol da classificação no final do jogo e na final eu acabei me tornando campeão com um gol de vantagem apenas – lembrou.

O título foi um importante marco na história do atleta. Campeão, GuiFera conseguiu vaga para a PES League Regional do ano seguinte e não parou mais. Ainda em 2017, ele representou o Brasil no mundial da categoria e conquistou o troféu de campeão do mundo. Recentemente, no final de 2019, Guilherme fechou contrato com o Barcelona, onde joga pelo time de e-sports do clube catalão, junto com HenrykinhO e o espanhol The_Palma. Experiente, GuiFera deu alguns conselhos para os participantes desta edição do e-Brasileirão.

- A dica que eu dou é para o pessoal se dedicar, se esforçar bastante, conhecer os jogadores do time dentro do jogo, as principais características. Além disto, também assistir vários jogos no YouTube, procurar jogadas diferentes, estilos de marcações - disse.

GuiFera com o troféu e todos os participantes do e-Brasileirão 2016 Guifera com o troféu e todos os participantes do e-Brasileirão 2016
Créditos: Marcos Paulo Rebelo / Mowa Sports

PATROCINADORES

Futebol Brasileiro Nike Itaú VIVO Guaraná Antártica Mastercard GOL CIMED Semp TCL FIAT 3 Corações Techno GYM STAT Sports