Técnico por um dia, Manu Correa cumpre missão Aspirantes Internacional

Técnico por um dia, Manu Correa cumpre missão Aspirantes Internacional

Com o técnico Ricardo Colbachini como interino no profissional, auxiliar comandou o Inter na final contra o Grêmio

Grêmio x Internacional - Final do Campeonato Brasileiro de Aspirantes 2019

Créditos: Thais Magalhães/CBF

Este não foi um domingo qualquer para Manu Correa. Auxiliar técnico, ele herdou uma missão e tanto: comandar o Internacional de Aspirantes na final contra o Grêmio. O técnico de ofício,Ricardo Colbachini, foi chamado para trabalhar interinamente com o time profissional, no Beira Rio. Enquanto isso, em Caxias do Sul, Manu levantava a taça com uma vitória sobre o Grêmio por 1 a 0.

Ao fim do jogo, Manu exaltou o trabalho realizado por Colbachini até a final. E deixou claro: este título também é muito do treinador. Mas ele lhe deixou uma missão, que precisava ser entregue no Estádio Centenário, em Caxias.

- Missão dada é missão cumprida. O Ricardo é um cara do caramba, merece a oportunidade que está tendo. O trabalho é dele, na verdade. A gente só fez motivar, botar os meninos para cima, dar confiança. Foi um grande jogo. Com todo o respeito ao Grêmio. Com chances lá e cá, mas acredito muito naquilo que a gente preparou. E eles estavam muito concentrados, querendo demais. O psicológico deles estava muito forte. Então isso fez a diferença para ser campeões brasileiros - disse Manu.

Quem acompanha Manu em um dia normal de trabalho já conhece seu estilo. Incansável, motiva os jogadores como poucos na comissão técnica. Não é à toa que ele se tornou uma figura tão querida dentro do elenco. Na corrente final, foi muito aplaudido pelos atletas ao fazer um discurso final diante deles.

Revelado pelo São Paulo, fez parte do time que ficou conhecido como “Menudos do Morumbi”, nos anos 80. Apesar de toda a experiência que Manu carrega no futebol, este é um jogo que ficará marcado em sua memória. Afinal, não é todo dia que se tem a oportunidade de ser campeão como técnico do Inter em um torneio nacional contra o Grêmio.

- Inesquecível, pode ter certeza. Já fui campeão brasileiro uma vez, mas como treinador é a primeira. E no momento que foi, em um Gre-Nal, em um momento tão difícil, pode ter certeza que vai ficar para sempre na minha lembrança - assegurou o treinador do dia.

PATROCINADORES

Futebol Brasileiro