Botafogo - RJ 1 x 0 Vasco da Gama - RJ - Copa do Brasil de Futebol 2020

Copa do Brasil de Futebol - 2020

4a Fase | GRUPO 73 | Jogo: 83
Nilton Santos - Rio de Janeiro - RJ Quinta, 17 de Setembro de 2020 19:00
SporTV
Botafogo - RJ

Botafogo - RJ

Vasco da Gama - RJ

Vasco da Gama - RJ

Primeira vez na história

Botafogo vence clássico contra o Vasco e abre vantagem na Copa do Brasil

Equipes se enfrentaram pela primeira vez na Copa do Brasil, Glorioso levou a melhor e conquistou a vantagem do empate para o segundo jogo

O primeiro capítulo do clássico entre Botafogo e Vasco na história da Copa do Brasil terminou com uma vitória do Glorioso por 1 a 0. No Nilton Santos, as equipes se enfrentaram, na noite desta quinta-feira (17), pelo jogo de ida da quarta fase da competição e com gol de Matheus Babi o time da casa levou a melhor. 

+Confira a tabela completa da quarta fase da Copa do Brasil!

Com o resultado, o Botafogo precisa de apenas um empate no segundo jogo para avançar às oitavas de final. Já o Cruzmaltino precisa de uma vitória por um gol de diferença para levar a decisão para os pênaltis ou de um triunfo por dois ou mais de vantagem para ficar com a vaga no tempo normal. O clássico carioca volta a acontecer na próxima quarta-feira (23), em São Januário. 

O jogo

O Botafogo começou o clássico no comando do ataque e insistindo principalmente nas jogadas pelo alto. Mas foi do Vasco a melhor chance dos 45 minutos. Aos 16, Benítez deu belo passe para Cano, o atacante já dentro da área pegou de primeira e viu Gatito salvar o Glorioso. A partir daí o duelo ganhou em equilíbrio. Benítez, em cobrança de falta, criou mais uma oportunidade para o Cruzmaltino, só que ninguém apareceu para fazer o desvio, aos 26. Na sequência, o time da casa respondeu com Bruno Nazário. Após levantamento de Kevin, o camisa 10 inventou um chute no estilo karatê, mas errou o golpe. E foi só. Com as defesas se sobressaindo, o jogo seguiu zerado até o intervalo. 

O panorama do primeiro tempo se repetiu no início da etapa complementar. Sem conseguir encontrar os espaços, as equipes apostaram nos chutes de fora da área. Benítez tentou para o Vasco, aos dois, enquanto Victor Luís arriscou para o Botafogo, aos 11. Mas aos poucos as chances começaram a aparecer. O Glorioso voltou ao ataque na marca dos 16. Caio Alexandre achou Bruno Nazário na esquerda, que bateu firme para grande defesa de Fernando Miguel. A resposta vascaína foi imediata e veio pelos pés de Marcos Júnior, mas parou na trave. Já aos 22, a rede enfim balançou no Nilton Santos. Bruno Nazário levantou a bola na área e Matheus Babi foi no segundo andar para colocar o Alvinegro na frente: 1 a 0. Nos instantes finais, em contra-ataque botafoguense, Kalou teve a oportunidade de fazer o segundo e novamente Fernando Miguel evitou o gol. 

Clássico carioca entre Botafogo e Vasco aconteceu pela primeira vez na história da Copa do Brasil

Clássico carioca entre Botafogo e Vasco aconteceu pela primeira vez na história da Copa do Brasil

Créditos: Vitor Silva/Botafogo

Clássico carioca entre Botafogo e Vasco aconteceu pela primeira vez na história da Copa do Brasil

Clássico carioca entre Botafogo e Vasco aconteceu pela primeira vez na história da Copa do Brasil

Créditos: Vitor Silva/Botafogo

Clássico carioca entre Botafogo e Vasco aconteceu pela primeira vez na história da Copa do Brasil

Clássico carioca entre Botafogo e Vasco aconteceu pela primeira vez na história da Copa do Brasil

Créditos: Thiago Ribeiro/AGIF

Clássico carioca entre Botafogo e Vasco aconteceu pela primeira vez na história da Copa do Brasil

Clássico carioca entre Botafogo e Vasco aconteceu pela primeira vez na história da Copa do Brasil

Créditos: Thiago Ribeiro/AGIF

Clássico carioca entre Botafogo e Vasco aconteceu pela primeira vez na história da Copa do Brasil

Clássico carioca entre Botafogo e Vasco aconteceu pela primeira vez na história da Copa do Brasil

Créditos: Thiago Ribeiro/AGIF

Clássico carioca entre Botafogo e Vasco aconteceu pela primeira vez na história da Copa do Brasil

Clássico carioca entre Botafogo e Vasco aconteceu pela primeira vez na história da Copa do Brasil

Créditos: Thiago Ribeiro/AGIF

Clássico carioca entre Botafogo e Vasco aconteceu pela primeira vez na história da Copa do Brasil

Clássico carioca entre Botafogo e Vasco aconteceu pela primeira vez na história da Copa do Brasil

Créditos: Thiago Ribeiro/AGIF

Clássico carioca entre Botafogo e Vasco aconteceu pela primeira vez na história da Copa do Brasil

Clássico carioca entre Botafogo e Vasco aconteceu pela primeira vez na história da Copa do Brasil

Créditos: Thiago Ribeiro/AGIF

Clássico carioca entre Botafogo e Vasco aconteceu pela primeira vez na história da Copa do Brasil

Clássico carioca entre Botafogo e Vasco aconteceu pela primeira vez na história da Copa do Brasil

Créditos: Thiago Ribeiro/AGIF

Clássico carioca entre Botafogo e Vasco aconteceu pela primeira vez na história da Copa do Brasil

Clássico carioca entre Botafogo e Vasco aconteceu pela primeira vez na história da Copa do Brasil

Créditos: Thiago Ribeiro/AGIF

Clássico carioca entre Botafogo e Vasco aconteceu pela primeira vez na história da Copa do Brasil

Clássico carioca entre Botafogo e Vasco aconteceu pela primeira vez na história da Copa do Brasil

Créditos: Thiago Ribeiro/AGIF

ÁRBITROS EM CAMPO

Função Nome Categoria Federação
Árbitro Ricardo Marques Ribeiro MTR MG
Árbitro Assistente 1 Guilherme Dias Camilo FIFA MG
Árbitro Assistente 2 Felipe Alan Costa de Oliveira AB MG
Quarto Árbitro Rodrigo Nunes de Sa AB RJ

DOCUMENTO DO JOGO

  • Súmula

  • Boletim Financeiro

  • Relatório de Jogo

  • 1 Gatito Fernandes
  • 2 Kevin
  • 22 Fernando
  • 5 Rafael
  • 6 Victor
  • 10 Bruno Nazario
  • 11 Rhuan da Silveira Castro
  • 19 Caio
  • 17 Renteria
  • 3 Victor
  • 14 Marcelo
  • 9 Macae
  • 4 Honda
  • 8 Kalou
  • 1 Fernando Miguel
  • 5 Leandro
  • 8 Fellipe
  • 18 Bruno Gomes
  • 22 Yago
  • 20 Marcos Junior
  • 14 German Cano
  • 9 Lucas Ribamar
  • 35 Matheus Miranda
  • 37 Henrique
  • 10 Martin Benitez
  • 7 Bruno
  • 38 Ygor
  • 17 Gabriel Fortes
  • 11 Talles Magno
RESERVAS
  • 12 Diego Cavalieri
  • 15 Otavio
  • 18 Davi
  • 16 Hugo
  • 13 David
  • 23 Warley
  • 20 Matheus Nascimento
  • 21 Federico Barrandeguy
  • 56 Lucão
  • 31 Ulisses
  • 27 Tiago Rodrigues dos Reis
  • 41 Cayo
  • 28 Lucas Santos
  • 30 Marcelo
  • 77 G. Parede
  • 45 Riquelme

PATROCINADORES

Futebol Brasileiro Nike Itaú VIVO Guaraná Antártica Mastercard GOL CIMED Semp TCL FIAT 3 Corações Techno GYM STAT Sports