Mark Ellis: a importância do planejamento

Mark Ellis: a importância do planejamento

Em sua palestra, Ellis falou sobre os desafios enfrentados por um chefe de operações, e ressaltou a importância de ter um olhar atento aos torcedores

Somos Futebol: Competições e Operações - Mark Ellis

Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

Chefe de Operações do time inglês Middlesbrough FC, Mark Ellis, foi o segundo palestrante nesta quarta-feira (10) do “Somos Futebol: 2ª Semana de Evolução do Futebol Brasileiro“. Para explicar sua função no clube, Ellis fez uma brincadeira.

– Quando me perguntam o que eu faço, respondo que podem me culpar por tudo, exceto pelo o que acontece dentro de campo no jogo.

Middlesbrough tem uma média de 30 mil espectadores por partida, sendo que destes, 24 mil têm o tíquete permanente desta temporada. Sobre a Premier League, ele forneceu alguns números. Nesta temporada, são 180 jogos transmitidos em 188 países diferentes, com uma audiência de um bilhão e meio de pessoas.

O palestrante explicou que o trabalho dele tem que atender a diversos públicos, entre eles, o presidente do clube, os torcedores, a cidade  local da equipe, os reguladores  (que são muito exigentes), os jogadores, a Premier League, as emissoras detentoras das transmissões dos jogos e parceiros. Desde o gramado do estádio  até a segurança de todos, são de responsabilidade dele e sua equipe.

Ellis ressaltou que oferecer serviços aos torcedores é muito importante, pois os clubes precisam deles. Disse também que se reúne com torcedores regularmente por meio de um fórum, para entender o que funcionou e o que precisa ser mudado.

– A gente vê a nossa base de torcedores e segmentamos eles. Temos vários grupos de torcedores diferentes, que querem coisas distintas. Criamos uma zona de família ,temos também uma área para o pessoal que gosta de ficar na multidão, também temos alas para aqueles que possuem um pouco mais de dinheiro. Cada um desses têm suas necessidades.

Ele também ressalta a importância de investir em tecnologia e em mídias sociais. Ellis finaliza afirmando que é preciso estar em conformidade com a legislação para que os jogos possam ocorrer , que o planejamento e preparação são essenciais e que é necessário utilizar todas as oportunidades para melhorar a infraestrutrura no estádio.