FCF realiza II Encontro dos Profissionais de Base do Futebol Cearense

FCF realiza II Encontro dos Profissionais de Base do Futebol Cearense

Evento reúne profissionais de diferentes áreas para troca de experiências e atualização

O vice-presidente da FCF, Mauro Carmélio Neto, falou sobre a importância do encontro O vice-presidente da FCF, Mauro Carmélio Neto, falou sobre a importância do encontro
Créditos: Lucas Emanuel/FCF

A Federação Cearense de Futebol (FCF) realizou na última sexta-feira (23), o II Encontro dos Profissionais de Base do Futebol Cearense. Presidentes de clubes, representantes de Ligas e profissionais que atuam diretamente no futebol cearense participaram de um dia voltado para a troca de experiências e conhecimentos em diversas áreas de atuação no esporte. Na abertura do encontro, o vice-presidente da FCF, Mauro Carmélio Neto destacou a importância do evento.

“Este evento não era realizado desde 2019 e sentíamos que precisávamos retornar com ele devido ao crescimento que tivemos com nossas categorias de base. Desde o aumento do calendário estadual com mais competições durante o ano, bem como a participação de nossas equipes em competições nacionais” completou.

A programação foi iniciada com o Supervisor de Futebol do Fortaleza Esporte Clube, Júlio Manso, que apresentou o funcionamento do departamento de futebol de uma equipe profissional, aproveitando ainda para destacar a importância do aperfeiçoamento, enriquecendo o currículo com a aprendizagem de novos idiomas e a busca por novos campos de conhecimento.

Na sequência, foi a vez do futebol feminino ganhar espaço. Com o crescimento exponencial da modalidade no estado e com a recente parceria firmada entre a Federação Cearense de Futebol e o Instituto Esporte Mais, a presidente do Instituto, Jessyca Rodrigues, ressaltou a parceria com a entidade, que tem como objetivo a criação de programa de desenvolvimento do futebol feminino no Ceará.

Jessyca aproveitou para apresentar o e-book "Futebol pela Igualdade", um guia prático para a promoção e desenvolvimento de projetos esportivos para meninas e mulheres no Brasil, com foco na criação e implementação de programas esportivos e apoio a organizações e profissionais para projetar, desenvolver e ministrar programas esportivos para este público-alvo.

Em seguida, o diretor jurídico da FCF, Dr. Eugênio Vasques, trouxe ao debate casos de manipulação de resultados no futebol vistos no âmbito legal e suas respectivas punições. Além disso, alertou a todos sobre que medidas devem ser tomadas em casos de possíveis episódios de assédio de apostadores aos jovens atletas.

O vice-presidente da FCF, Eudes Bringel, também falou a todos sobre a oportunidade que a entidade oferece no II Encontro de Profissionais de Base.

“Durante o período de inscrição, pude acompanhar o preenchimento das vagas e fiquei muito feliz com a demanda dos profissionais em buscar essa troca de conhecimento. Por mais que tenham aqui profissionais com as mais diferentes áreas de atuação, é fundamental aprender um pouco mais sobre aquilo que está fora de nossa zona de conforto”, destacou Eudes.

A programação do evento seguiu com o Coordenador da Escola de Arbitragem e árbitro do quadro da FCF e da CBF e também responsável pelo Árbitro de Vídeo (VAR), Magno Cordeiro, que detalhou como funciona o desempenho de um árbitro, destacando a preparação teórica, física, mental e social como um pilar para manter o profissional bem preparado dentro das quatro linhas. Magno aproveitou ainda para compartilhar alguns estudos de caso, bem como a aplicação das regras e suas atualizações, tirando as dúvidas do público presente.

Logo depois, houve uma atividade com a apresentação de vários profissionais sobre o que cada um desempenha no ecossistema do futebol. Participaram Joel Marinho, psicólogo da FCF; Vanessa Parahyba, nutricionista do futebol de base e do feminino do Fortaleza E.C; e Janderson Bessa, preparador físico do Ceará S.C, que também mostraram como como as três funções estão interligadas e operam em conjunto no desenvolvimento de atletas que necessitam de performance.

O técnico vencedor da equipe do Ceará Sub-20, Alison Henry, deu sequência ao cronograma de apresentação.  Alison ficou responsável por orientar e apresentar a maneira que utiliza para lidar com atletas que transitam entre a base e o profissional, observando o lado humano e esportivo de cada jogador.

Seguindo a programação, foi a vez dos gerentes da base de Ceará e de Fortaleza, Sandro Queiroz e Erisson Matias, respectivamente, se apresentarem em forma de bate-papo com o público. Os dois profissionais trouxeram o tema “Quando a rivalidade sai fora das quatro linhas” destacando que a “briga” entre os lados é apenas no imaginário do torcedor, e reforçou que os dois mantêm ótimas relações, chegando em alguns momentos a trabalharem juntos em ações em prol da formação de atletas.

O evento foi encerrado com a experiência de vida de Ary Farias, técnico de enfermagem e instrutor do SAMU Ceará e SAMU Fortaleza, que trouxe ensinamentos acerca do atendimento de primeiros socorros, principalmente no futebol, onde os atletas estão propensos a fraturas, luxações e outras lesões.

PATROCINADORES

A CBF Nike Guaraná Antartica Vivo Itaú Neoenergia Mastercard Gol Cimed Pague Menos TCL Semo Technogym Core Laser Mectronic Kin Analytics