Presidente da CBF é aclamado para o Conselho da Fifa

Presidente da CBF é aclamado para o Conselho da Fifa

Ednaldo Rodrigues foi indicado por unanimidade nesta sexta-feira (3) pela Conmebol como integrante permanente do principal cargo executivo do futebol mundial

 

O presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues, foi aclamado nesta sexta-feira (3) pela Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol) para integrar de forma permanente o Conselho da Fifa. Ele foi indicado na reunião do 77º Congresso Ordinário da Conmebol, realizado no Rio. A condução de Ednaldo para o principal órgão executivo do futebol mundial foi aprovada por unanimidade pelos integrantes da Conmebol.

"A realização deste congresso aqui é um símbolo da mudança do futebol brasileiro. É fruto do resgate da credibilidade da CBF no mundo. Eu quero agradecer muito a todos os membros da Conmebol, do seu presidente e todos os seus diretores, vice-presidentes, secretários, pela confiança. Tenho certeza que desempenharei minhas funções no Conselho da Fifa com o comprometimento, a seriedade e a honestidade de propósitos que sempre estiveram em minha vida", disse Ednaldo, no início de seu pronunciamento.

77 Congresso Ordinario - Conmebol - Presidente da CBF é aclamado para o Conselho da Fifa
Créditos: Joilson Marconne/CBF

Desenvolvimento do futebol mundial

"À UEFA, nosso muito obrigado pelas boas referências e por toda a parceria que vem desenvolvendo com a Conmebol. À Fifa, aproveito para registrar mais uma vez nosso agradecimento por todo o apoio, desde sempre. O escritório de projetos da CBF na FIFA já tem mais de 100 iniciativas. É uma ferramenta importante para o desenvolvimento do futebol brasileiro, dos melhores padrões internacionais. Além disso, quero parabenizar especialmente ao presidente Gianni Infantino pela construção de consensos importantes para o desenvolvimento global do futebol", prosseguiu o presidente da CBF.

"A Copa do Mundo de 2030, com jogos no Uruguai, Argentina, Paraguai, Espanha, Portugal e Marrocos, e a Copa do Mundo de 2034 na Arábia Saudita, são bons exemplos disso. O novo Mundial de Clubes de 2025, a Copa do Mundo de 2026 e os Jogos Olímpicos de 2028, todos nos Estados Unidos, integrados com a instalação de escritórios permanentes da FIFA no país, também ilustram bem o compromisso de desenvolvimento global do futebol. E também temos esperança de um consenso para a Copa do Mundo de futebol feminino”, completou Ednaldo.

O presidente da Fifa, Gianni Infantino, e o presidente da UEFA, Aleksander Čeferin, participaram do evento comandado pelo presidente da Conmebol, Alejandro Dominguez. Presidentes de federações estaduais e de clubes brasileiros, além de vice-presidentes e diretores da CBF, também prestigiaram a eleição de Ednaldo.

77 Congresso Ordinario - Conmebol - Ednaldo Rodrigues durante o 77º Congresso Ordinário da Conmebol
Créditos: Joilson Marconne/CBF

Trabalhando juntos

"É um dia muito importante para a FIFA, um dia muito importante para o CBF. Ter no Conselho da FIFA uma personalidade do futebol brasileiro como o Ednaldo, que é um grande amigo, mas, sobretudo, um dirigente fantástico, que trabalhou muito bem nesses últimos anos na governança, no desenvolvimento do futebol, tanto feminino como masculino no Brasil, e que se faz respeitar não só na América do Sul, mas em todo o mundo. Para mim, como presidente da FIFA, é uma felicidade ter o presidente da CBF no Conselho da FIFA e ter um amigo como o Ednaldo, membro deste Conselho, que é o Conselho Mundial. Vamos continuar trabalhando juntos, desenvolvendo o futebol no Brasil, mas, sobretudo, com o Brasil no mundo inteiro", declarou Gianni Infantino, muito aplaudido.

Infantino ressalta papel de líder

"Eu acho que um país como o Brasil, uma federação como a CBF, tem que ter um papel de líder no futebol mundial. No Brasil, se vive o futebol com o coração, com uma paixão única no mundo, e temos que trabalhar juntos para, não somente, fazer crescer ainda mais o futebol no Brasil, mas, sim, com a graça e com o Brasil no mundo inteiro. Todo mundo olha para o que acontece no Brasil e os desafios dos próximos anos vão ser muito importantes. O Brasil é candidato para o Mundial Feminino de 2027, tem também o futebol juvenil, que é algo excepcional no Brasil, temos que trabalhar para fazer crescer esse futebol, futebol de clubes e de seleções. Eu acho que o Brasil e o Ednaldo vão ter um papel muito importante na FIFA", endossou Infantino, em seu discurso.

77 Congresso Ordinario - Conmebol - Evento na sede da CBF teve a presença de grandes representantes do futebol mundial
Créditos: Joilson Marconne/CBF

O presidente da Conmebol, Alejandro Dominguez, também enfatizou a importância do evento realizado na CBF para o futebol sul-americano.

"Estamos aqui reconhecendo publicamente nosso amigo e colega Ednaldo Rodrigues como um dos representantes da Conmebol no Conselho da Fifa. Ednaldo está no leme desse grande navio e o conduz com inteligência, transparência e muito comprometimento. É muito oportuno e mais do que justo o reconhecimento ao bom trabalho que ele e sua equipe vêm realizando tanto no Brasil quanto na representação da América do Sul na Fifa", disse Alejandro.

Respeito e admiração

"Eu já expressei a Ednaldo várias vezes, em particular, o meu respeito, admiração e apoio. Mas sentia que era necessário fazer isso de forma oficial num Congresso da Conmebol", continuou o presidente da Confederação Sul-Americana de Futebol.

Ednaldo Rodrigues foi eleito em março do ano passado para resgatar a credibilidade da CBF após uma sucessão de crises na entidade protagonizadas pelos seus presidentes na última década.

Unanimidade

Indicado pela CONMEBOL e eleito por unanimidade pelas federações sul-americanas, Ednaldo agora faz parte do Conselho que toma as principais decisões do futebol mundial, do qual fazem parte 38 pessoas; o presidente do Conselho, Gianni Infantino, além dos oito vice-presidentes e dos 28 membros.

A cerimônia contou com a presença do presidente da CONMEBOL, Alejandro Dominguez, e de nove federações sul-americanas: Argentina - Claudio Tapia; Bolívia - Fernando Costa; Colômbia - Ramón Jesurún; Equador - Francisco Egas; Paraguai - Robert Harrison; Peru - Agustín Lozano; Uruguai - Ignacio Alonso; Venezuela - Jorge Gimenez e Chile - Pablo Milad. Presidentes e representantes das 27 federações do Brasil e de clubes também prestigiaram o evento.

77 Congresso Ordinario - Conmebol - Alejandro Domínguez e Ednaldo Rodrigues na sede da CBF, antes do 77º Congresso Ordinário da Conmebol
Créditos: Joilson Marconne/CBF

PATROCINADORES

A CBF Nike Guaraná Antartica Vivo Itaú Neoenergia Mastercard Gol Cimed Pague Menos TCL SEMP TechnoGym StatSports Kin Analytics Globus Italian Excellence