Hélio Meirelles e Robson Caetano visitam o Presidente da CBF, Rogério Caboclo

Hélio Meirelles e Robson Caetano visitam o Presidente da CBF, Rogério Caboclo

Representantes da chapa Vem Ser, que participa do pleito no início de outubro, foram recebidos por Caboclo para apresentar propostas para o COB.

Presidente da CBF recebeu representantes da chapa Vem Ser, que concorre à presidência do Comitê Olímpico do Brasil (COB) Presidente da CBF recebeu representantes da chapa Vem Ser, que concorre à presidência do Comitê Olímpico do Brasil (COB)
Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

O Presidente da CBF recebeu, nesta quarta-feira (23), a visita de Hélio Meirelles e Robson Caetano, candidatos a presidência e vice-presidência, respectivamente, do Comitê Olímpico do Brasil (COB). 

Os dois compõem a chapa Vem Ser, que concorre no próximo dia 7 de outubro no pleito que elegerá o presidente e demais integrantes do conselho de administração da entidade, que gere o esporte olímpico brasileiro. Os dois almoçaram com Caboclo e se reuniram com o Presidente para apresentar propostas e discutir algumas das ideias da chapa para a gestão do COB.


Após a conversa com Caboclo, Hélio Meirelles, que é candidato ao cargo de Presidente do COB, destacou a necessidade de construir um diálogo com a CBF para a evolução de outras modalidades do esporte brasileiro.

"A CBF tem uma excelência de gestão que precisa ser transmitida para as demais confederações. Existem confederações pequenas que são sedentas de conhecimento. Então, quando o futebol se aproxima, fica mais ligado aos esportes olímpicos, isso é um motivo de satisfação para todo mundo. É o conhecimento da CBF que está sendo colocado à disposição das confederações", ressaltou Meirelles.

Medalhista olímpico e atleta em quatro Olimpíadas, Robson Caetano compõe a chapa como candidato à vice-presidência do Comitê Olímpico do Brasil. O campeão pan-americano reforçou o papel do futebol como parte do debate sobre o esporte olímpico e valorizou a oportunidade de conversar com a entidade máxima do futebol brasileiro.

"Nós só temos a agradecer a maneira como ele nos recebeu. O futebol é um esporte olímpico, faz parte dos Jogos Olímpicos, tem uma história brilhante com os Jogos Olímpicos. Por essa história, o Comitê Olímpico precisa se aproximar da CBF", disse o ex-atleta.