CBF promove debate sobre projeto de lei que cria a Sociedade Anônima do Futebol

CBF promove debate sobre projeto de lei que cria a Sociedade Anônima do Futebol

Encontro por videoconferência contou com a participação do Presidente da CBF, Rogério Caboclo, e do Senador Carlos Portinho, relator da proposta, que é de autoria do Senador Rodrigo Pacheco, Presidente do Senado.

CBF se reúne com clubes e federações para discutir projetos de clube empresa Encontro por videoconferência contou com a participação do Presidente Rogério Caboclo, e do Senador Carlos Portinho
Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

A Confederação Brasileira de Futebol realizou nesta sexta-feira, 16, uma reunião por videoconferência para debater o projeto de lei que cria a Sociedade Anônima do Futebol (SAF). O encontro, que contou com a presença do Presidente da CBF, Rogério Caboclo, do relator da proposta, Senador Carlos Portinho (PL-RJ), e de presidentes de Federações Estaduais e Clubes de todo o país, teve como objetivo ouvir um relato sobre o andamento do projeto e esclarecer dúvidas dos dirigentes a respeito do tema.

Na abertura da reunião, Rogério Caboclo reafirmou o apoio da CBF à proposta de autoria do Presidente do Senado, Senador Rodrigo Pacheco (DEM-MG) e relatoria do Senador Portinho, destacando a contribuição que a nova lei poderá oferecer para melhoria da gestão do futebol. Ressaltou aspectos fundamentais que serão estimulados como a profissionalização integral dos clubes, a adoção de regras claras de transparência e compliance, além do incentivo a investimentos internos e externos nas agremiações.

Caboclo também elogiou a forma democrática como o Senador Carlos Portinho vem conduzindo o debate, ouvindo todos os protagonistas do futebol para que os interesses possam ser convergentes. E ressaltou a necessidade de os clubes estarem estruturalmente preparados se optarem por essa transformação, uma vez que implicará em uma radical mudança dos modelos de governança, tributação, entre outros.

Na sequência, o Senador Portinho fez um completo relato sobre a tramitação do Projeto de Lei 5516 e explicou aos mais de 80 dirigentes presentes os próximos passos. Agradeceu à CBF, Federações Estaduais e Clubes pelas contribuições à proposta e ressaltou os principais aspectos do projeto. Citou a não-obrigatoriedade da adoção da modalidade e, em especial, a importância de um novo marco legal, que dê segurança aos investidores nacionais e estrangeiros, como uma das alternativas para que os clubes brasileiros busquem fontes de receita diferenciadas.

Após a explanação do parlamentar, foi a vez dos dirigentes de Federações Estaduais e Clubes se manifestarem e formularem perguntas sobre a proposta que cria as SAF’s, respondidas na sequência por Portinho. Ao final, o relator reafirmou seu compromisso com o desenvolvimento de um Projeto de Lei que implemente um modelo de clube empresa atrativo aos investidores e comprometido com regras rígidas de governança.

CBF se reúne com clubes e federações para discutir projetos de clube empresa CBF se reúne com clubes e federações para discutir projetos de clube empresa
Créditos: Lucas Figueiredo/CBF


Veja mais