Marco Polo Del Nero abre 3º Simpósio Médico

Marco Polo Del Nero abre 3º Simpósio Médico

Na abertura do Simpósio de Educação Continuada da CNMF, presidente da CBF exaltou o trabalho coletivo e o poder de realização das diretorias da entidade

Del Nero:

Del Nero:

Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

Marco Polo exaltou poder de realização das diretorias da entidade

Marco Polo exaltou poder de realização das diretorias da entidade

Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

Jorge Pagura, presidente da Comissão Nacional de Médicos do Futebol

Jorge Pagura, presidente da Comissão Nacional de Médicos do Futebol

Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

O presidente da Confederação Brasileira de Futebol, Marco Polo Del Nero, discursou na abertura do 3º Simpósio de Educação Continuada da Comissão Nacional de Médicos do Futebol. O evento acontece durante todo o dia no auditório da sede da entidade, na Barra da Tijuca, e vai até esta quarta-feira (25). Marco Polo exaltou o trabalho coletivo e o poder de realização das diretorias da Casa do Futebol. 

– Aqui na CBF, nós trabalhamos em conjunto. Ninguém trabalha sozinho. Eu me reúno todos os dias com todos os departamentos. Isso torna tudo mais fácil. Há uma troca entre as diretorias. Esse debate constante sobre os vários assuntos nos leva para um crescimento do futebol brasileiro. Essa união dos médicos em torno da Comissão Nacional leva a um crescimento de todos da Comissão, da classe médica e também da CBF – afirmou.

O presidente da Comissão Nacional de Médicos do Futebol, Jorge Pagura, agradeceu Marco Polo pelo tratamento dado ao evento, como uma marca de sua gestão:

– Esse simpósio mostra o quanto a CBF está preocupada com a melhora da parte médica do futebol. As mudanças estão sendo feitas. A educação continuada é um dos pilares da qualificação e vai fazer com que todos nós possamos melhorar como profissionais.

Walter Feldman, secretário-geral da CBF, também discursou para a plateia formada por médicos das Séries A, B e C do Campeonato Brasileiro.

– O presidente Marco Polo assumiu a CBF e definiu que a entidade seria moderna, transparente, ética e social. É o que nós buscamos desde o início. Como podemos ser uma referência de gestão? A interpretação de que a medicina pode contribuir muito para o futebol é um dos temas prioritários – resumiu.

O 3º Simpósio de Educação Continuada da Comissão de Médicos do Futebol tem como objetivo compartilhar conhecimento na área para o desenvolvimento da medicina esportiva e reúne 60 médicos dos clubes das Séries A, B e C, além de 50 profissionais convidados. As palestras serão realizadas por 30 especialistas.

Entre os temas das palestras estão Lesões de membro superior, tronco e bacia; Doping: do campo ao Tribunal; Concussão em atleta de futebol; Licenciamento de clubes – o que interessa ao DM?; Lesões musculares e fraturas por estresse (pé, tornozelo e joelho). Além disso, duas palestras em videoconferência com temas especiais estão na pauta: Suplementos e vitaminas (com  John Lewis, da Ultrafarma) e Morte súbita (com Jens Kleinefeld, da FIFA).