Licenciamento: cuidados com o Departamento Médico

Licenciamento: cuidados com o Departamento Médico

Diretor de registros, transferência e licenciamento da CBF, Reynaldo Buzzoni, falou sobre obrigatoriedade do atestado e relacionou o licenciamento a medicina

III Simpósio de Educação Continuada da CNMF - Reynaldo Buzzoni III Simpósio de Educação Continuada da CNMF - Reynaldo Buzzoni
Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

O 3º Simpósio de Educação Continuada da Comissão Nacional de Médicos do Futebol (CNMF) contou com uma palestra especial nesta tarde. O Diretor de registros, transferência e licenciamento da CBF, Reynaldo Buzzoni, apresentou o tema "Licenciamento de Clubes - O que interessa ao Departamento Médico?". 

Ao iniciar a palestra, Buzzoni destacou a criação de um novo sistema de registros, no ano de 2015, que passou a exigir que todo médico que assine contrato informe o CRM no ato. A partir daí, passou a ser feito um trabalho em conjunto com os Conselhos Federal ou Regional de Médica, para confirmar se o profissional está realmente hapto para cumprir as funções.

O Diretor da CBF falou também sobre a obrigatoriedade do atestado médico. Todo contrato ou vínculo de trabalho precisa ter o documento. Sem atestado, nenhum é registrado. Por ano são feitos em média 60 mil.

– As iniciativas que a gente tem feito passam pela ideia de elevar o nível dos clubes, de dar uma igualdade nas condições. Os clubes vão ter de ter gestões profissionais, incluindo o diretor médico, que será exigido – destacou.

Para encerrar o ciclo, Reynaldo Buzzoni deu mais detalhes sobre o Licenciamento de Clubes e tirou dúvidas dos participantes. 

MAIS SOBRE O 3º SIMPÓSIO DE EDUCAÇÃO CONTINUADA DA CNMF:

Marco Polo Del Nero abre 3º Simpósio Médico

Lesões: especialistas falam sobre o assunto

Médicos da seleção detalham etapas pré e pós-jogos

Palestra FIFA: parada cardíaca súbita no Futebol

Efeitos da suplementação na performance esportiva

Especialistas falam sobre doping no futebol

Pagura fala de concussões em jogadores de futebol