Com médico da Seleção, Simpósio da CBF debate medicina esportiva

Com médico da Seleção, Simpósio da CBF debate medicina esportiva

Rodrigo Lasmar participou de Simpósio de Educação Continuada da Comissão Médica e de Combate à Dopagem

IV Simpósio Médico

Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

Médico da Seleção Brasileira, o doutor Rodrigo Lasmar ajudou a detalhar, nesta segunda-feira (26), o trabalho realizado pela comissão técnica durante a Copa do Mundo de 2018. O debate fez parte do IV Simpósio de Educação Continuada da Comissão Médica e de Combate à Dopagem, que teve início nesta manhã e segue com programação completa até a terça-feira (27).

Lasmar falou sobre os desafios impostos à comissão técnica durante uma competição como a Copa do Mundo. Desde a escolha da sede em Sochi até a atuação dentro de campo, muitos dos detalhes do trabalho médico por trás da Seleção foram expostos.

Antes da Copa do Mundo, três atletas se apresentaram lesionados: Neymar, Fagner e Douglas Costa. Por seis semanas, Neymar ficou sem descarga de peso, mas se apresentou plenamente apto para treinos físicos. Mas ainda vinha em um processo de recuperação física.

- Com o tempo de descondicionamento que ele teve, de dois meses praticamente sem atividade de campo intensa, você demora a readquirir sua condição física.

Outra novidade apontada foi a presença fixa de um ultrassonografista com a Seleção Brasileira antes e durante a Copa do Mundo. Douglas Costa, por exemplo, se apresentou à Seleção dois dias depois de ter um estiramento muscular no bíceps. Neste momento, se mostrou importante a estratégia de ter um ultrassonografista. Mesmo sem acusar uma lesão no momento, o atacante teve o estiramento diagnosticado assim que se apresentou ao grupo da Copa do Mundo. O diagnóstico rápido permitiu a recuperação de Douglas para que ele pudesse atuar ainda na Copa do Mundo.

A medicina esportiva na imprensa


Com a presença do jornalista Igor Siqueira, do Jornal O Globo, e de Douglas Lunardi, diretor de Comunicação da CBF, outro tema debatido foi a relação entre a imprensa e a medicina esportiva. Os médicos trocaram experiências sobre situações delicadas envolvendo a imprensa e o tratamento médico de atletas.

Também presente nesta mesa, Rodrigo Lasmar reforçou a necessidade de, mesmo dentro de um contexto esportivo, manter-se fiel ao código de regras e ética da medicina. Essa postura vai desde o atendimento a concussões dentro de campo à postura fora dele, ao comentário de diagnósticos e casos de outros médicos.

Um dos casos mais discutidos foi, é claro, a lesão de Neymar antes da Copa. Igor Siqueira ressaltou a urgência com a qual os jornais trataram o fato, gerando uma corrida desesperada por uma primeira palavra da equipe médica da Seleção. Rodrigo Lasmar, por sua vez, firmou que nem sempre é possível dar as respostas esperadas pela imprensa, como tempo de recuperação, quando o jogador volta, entre outros prazos.

Futebol feminino


Outra mesa que teve como tema a Seleção Brasileira foi a que discutiu o desenvolvimento do futebol feminino. Responsável pela Seleção Principal Feminina, o médico Nemi Sabeh pontuou a necessidade de evolução da preparação física do futebol feminino.

Ele ainda detalhou a maneira como os exames realizados na Seleção Feminina são organizados e combinados para ter um perfil de cada atleta. Entre os principais temas debatidos estiveram as diferenças físicas e fisiológicas entre homens e mulheres, o nível de desenvolvimento físico das mulheres no futebol e o uso da medicina neste caso.

Médica do Corinthians, atual campeão brasileiro de futebol feminino, Cristiane Gambre Franco Ferreira contou um pouco dos desafios enfrentados pelo clube para adaptar o seu departamento médico à modalidade, criada no time em 2016. A presença de mulheres nas comissões técnicas de futebol feminino foi muito discutida, assim como seus prós e contras em uma equipe feminina.

As duas mesas encerraram o primeiro módulo do Simpósio Médico da Comissão de Médicos da CBF. O evento, que é aberto à imprensa, continua na tarde desta segunda-feira e segue na terça-feira. Confira a programação completa.

Módulo II – Coordenador: Roberto Vital.

14h30 – 15h | Nutrição e Futebol.
Moderador - Serafim Borges.
Participantes: Guilherme Oliveira e Flavia Pinho Teixeira.
15h - 15h30 | Categorias de base: Cuidados médicos específicos? Integração com o Departamento Médico Profissional é viável? 
Moderador - Michel Youssef .
Participantes: Rai Alves da Cruz e Fabricio Melo Bertolini.
15h30 – 16h | Importância e rigor da avaliação pré-temporada e na contratação de novos atletas.
Moderador: Michael Simoni
Participantes: Luciano Moreira Rosa e Alexandre dos Santos Cabral.
16h – 16h30 | COFFE BREAK

Módulo III – Coordenador: Roberto Nishimura.

16h30 – 17h | Terapia por ondas de Choque no Futebol.
Moderador: Paulo Roberto dos Santos.
Participantes: Luiz Renato Brand e Jean Klay.
17h – 17h30 | O papel da ultrassonografia nas lesões do Futebol. Diagnóstico ou Acompanhamento?
Moderador: André Fukunishi Yamada.
Participantes: João Paulo Gazarini e Henrique Bastos.
17h30 - 18h | Depressão e Atletas de Futebol: Sub-diagnosticada?
Moderador: André Guerreiro.
Participantes: Gustavo Korte e Samuel Ricardo Banaszeski.
18h – 18h45 | Visão dos Clubes em relação ao controle de Dopagem? Há dificuldades? 
Moderador: Fernando Solera.
Participantes: Márcio Tannure, Felix Drumond e Luciano Hostins. 

27/11 – 3ª FEIRA
Módulo IV - Coordenador: Moises Cohen

8h às 11h30 | Lesões traumáticas no Futebol – Casos Clínicos 
8h – 8h30 | Importância do banco de dados no futebol.
Gustavo Arliani.
8h30 – 9h | Concussão Cerebral. Estamos seguindo os protocolos? 
Moderador: Jorge Pagura
Participantes: Mauro Moreira e Marcio Marques Dornelles.
9h – 9h30 | Lesões de Joelho I (LCA e Menisco).
Moderador: Moisés Cohen
Participantes: Ricardo do Carmo Bastos e Sergio Campolina.
9h30 – 10h | Lesões no Joelho II (LCM).
Moderador: Luis Fernando Funchal.
Participantes: Roberto Nishimura e Gleyder Jose Nunes de Souza.
10h - 10h30 | Lesões no Pube.
Moderador: André Pedrinelli.
Participantes: Jose Silvério Nunes da Fonseca e Victor Baitelli.

10h30- 11h - COFFE BREAK

Módulo V – Coordenador: André Pedrinelli.

11h - 11h30 | Lesões de pé.
Moderador: Fábio Krebs.
Participantes: Maeterlinck Rego e Henrique José Bastos Pinheiro.

11h30 – 12h | Lesões Musculares.
Moderador: Paulo Lobo.
Participantes: Jorge Merouço e José Wilson Serbino.
12h-12h30 | Critérios para retorno ao futebol após lesão.
Moderador: Ivan Grava.
Participantes: Charles Oliveira e Douglas Santos.
12h30-13h | Jogos pela manhã: Como se preparar para manter um bom desempenho?
Moderador: Gustavo Magliocca.
Participantes: Marcos Vinicius Santos Limas e Rodrigo Hoffmeister Silva.

13h | Encerramento – Jorge Pagura e Comitê.
13h15 - BRUNCH