Museu Seleção recebe projeto do UNODC

Museu Seleção recebe projeto do UNODC

Integrantes do programa Vamos Nessa conheceram a casa da Seleção Brasileira e poderão levar metodologia do CBF Social para dez países

Equipe Onu CBF Social visita Museu Seleção

Equipe Onu CBF Social visita Museu Seleção

Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

Equipe Onu CBF Social visita Museu Seleção

Equipe Onu CBF Social visita Museu Seleção

Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

Equipe Onu CBF Social visita Museu Seleção

Equipe Onu CBF Social visita Museu Seleção

Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

Equipe Onu CBF Social visita Museu Seleção

Equipe Onu CBF Social visita Museu Seleção

Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

Equipe Onu CBF Social visita Museu Seleção

Equipe Onu CBF Social visita Museu Seleção

Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

Equipe Onu CBF Social visita Museu Seleção

Equipe Onu CBF Social visita Museu Seleção

Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

Equipe Onu CBF Social visita Museu Seleção

Equipe Onu CBF Social visita Museu Seleção

Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

O Museu Seleção Brasileira recebeu uma visita especial nesta sexta-feira (1). Participantes do programa global Declaração de Doha (que no Brasil tem o nome de Vamos Nessa), da UNODC (escritório da ONU no Brasil sobre drogas e crimes), conheceram a história da Seleção mais popular do mundo e viveram uma experiência única. 

Esta foi mais uma ação feita através da parceria do CBF Social com a UNODC. O programa da Organização nas Nações Unidas tem quatro eixos temáticos, sendo um deles a prevenção da violência por meio do esporte. A atividade no Museu recebeu treinadores e gestores públicos.

A ideia é que eles possam aproveitar a metodologia do CBF Social e os ensinamentos da UNODC para que implementem nas escolas dos seus respectivos países. Cidadãos de África do Sul, Colômbia, Peru, República Dominicana, Quirguistão, Palestina, Uganda, Índia e Bangladesh estiveram na casa da Seleção Brasileira. 

Os participantes foram convidados a conhecer o Museu Seleção Brasileira pelo Gerente de Desenvolvimento Técnico, Responsabilidade Social e Sustentabilidade da CBF, Diogo Netto. O profissional deu uma palestra no Palácio do Itamaraty, no Rio de Janeiro (RJ), na manhã desta sexta sobre metodologia do projeto da Confederação, que tem como base as dez habilidades de vida da ONU. 

Rodrigo Araújo, assistente de projetos do UNODC, conduziu o grupo na visita. Ele destacou o momento mágico para os participantes na casa da Seleção Brasileira.

– Foi incrivelmente interessante a visita. Foram dez países com culturas diferentes e eles perceberam que o esporte tem um potencial de impacto na vida de cada criança que participará das atividades implementadas pelos professores – destacou.