Festival de Futebol Evolución Conmebol reúne mais de 200 crianças

Festival de Futebol Evolución Conmebol reúne mais de 200 crianças

Organizado pela CBF, em parceria com a Conmebol, o projeto tem como objetivo ensinar os valores do futebol na América do Sul

CBF Social e Conmebol promovem Festival Evolução no Estádio das Laranjeiras

Créditos: Laís Torres/CBF

O gramado do Estádio das Laranjeiras foi palco do Festival de Futebol Evolución Conmebol nesta quarta-feira (3). A ação organizada pela CBF em parceria com a Conmebol recebeu cerca de 200 crianças de diferentes projetos sociais do Rio de Janeiro com o objetivo de ensinar os valores do esporte nos países Sul-Americanos. O Presidente da Conmebol, Alejandro Domínguez, acompanhou à atividade de perto e exaltou a importância do projeto.

- Acho que o investimento no futebol na base é muito importante não só pela qualidade do futebol, mas pela consciência e educação que isso traz para as crianças. Essa parceria é muito importante e temos o mesmo objetivo que é promover os valores do esporte que a gente ama tanto - afirmou.

CBF Social e Conmebol promovem Festival Evolução no Estádio das Laranjeiras Alejandro Domínguez cumprimenta crianças participantes do projeto social
Créditos: Laís Torres/CBF

No campo onde a Seleção Brasileira jogou pela primeira vez, crianças de diversas comunidades carentes cariocas aprenderam sobre união, paixão, coragem, compromisso, determinação, visão, raça, audácia, foco e força. Com a presença de Juninho Paulista, Diretor de Desenvolvimento de futebol, e Walter Feldman, secretário-geral da CBF e Diogo Netto, Gerente de desenvolvimento técnico, responsabilidade social e sustentabilidade da entidade, a atividade buscou mostrar como a educação pode transformar a vida de milhares de meninas e meninos.

CBF Social e Conmebol promovem Festival Evolução no Estádio das Laranjeiras Walter Feldman durante a atividade no Festival de Futebol Evolución
Créditos: Laís Torres/CBF

- Nós queremos que as crianças que são boas de bola, sejam na escola também, tem que praticar esporte, mas tem que obedecer aos pais, se esforçar nos estudos. Isso é muito importante para nós, sendo um jogador profissional ou não, tem que praticar essa educação desde criancinha. Queremos agradecer ao Alexandre, que desde o início tem apoiado os dez países da América do Sul no incentivo do futebol de base - enfatizou Feldman.