Em parceria com Governo e clubes, CBF dá pontapé inicial em projeto Escola Amiga do Atleta

Em parceria com Governo e clubes, CBF dá pontapé inicial em projeto Escola Amiga do Atleta

Iniciativa tem como principal pilar promover uma educação de qualidade adaptada à realidade de jovens atletas de futebol.

Registro feito durante a reunião do Projeto Escola Amiga do Atleta, realizada nesta terça-feira de maneira digital Registro feito durante a reunião do Projeto Escola Amiga do Atleta, realizada nesta terça-feira de maneira digital
Créditos: CBF

Aliar performance esportiva e educação é uma missão árdua, porém extremamente necessária na formação de jovens atletas. Pensando nisso, a CBF, em parceria com o Governo e clubes, criou o projeto ‘Escola Amiga do Atleta’. A iniciativa tem como principal objetivo promover o ensino de excelência aos jogadores que contam com rotinas pouco ortodoxas. Na manhã desta terça-feira (4), foi realizada a primeira reunião oficial do plano, que contou com representantes da CBF Academy, do Ministério da Educação, da Secretaria de Esporte e das quatro grandes equipes do Rio de Janeiro: Botafogo, Flamengo, Fluminense e Vasco.

Durante a cerimônia, mediada por Diogo Netto, Gerente da CBF Academy e de Sustentabilidade e Responsabilidade Social da CBF, foram ouvidos relatos dos representantes dos quatro clubes convidados do Rio de Janeiro – o estado foi o escolhido pela Confederação Brasileira de Futebol para inaugurar o projeto piloto da iniciativa. Após ouvir sobre a realidade e o cotidiano destes jovens atletas, foram debatidas, em conjunto, ações a serem desenvolvidas e implementadas no futuro.

"Participar da reunião que discutiu estratégias e possíveis soluções para a questão escolar de jovens atletas foi muito gratificante. Os debates, as discussões e as soluções propostas por diversos atores presente nesse processo, foram de extrema importância e necessidade para o desenvolvimento integral das crianças e adolescentes inseridos no contexto do futebol", declarou Fernando Truyts, Coordenador Socioeducacional do Flamengo.

Tendo sempre como prioridade a questão educacional, a CBF, com projeto Escola Amiga do Atleta, pretende criar um plano de estudos adaptados aos jovens atletas que, normalmente, costumam viajar para a disputa de torneios e não contam com a rotina regular de jovens não atletas. Sendo assim, o principal desafio é implementar ideias que atendam à realidade desses jogadores em início de carreira. Em conversa com o site da Confederação, José Alexandre Carvalho, Coordenador-Geral de Futebol e Defesa dos Direitos do Torcedor da Secretaria Nacional de Futebol e Defesa dos Direitos do Torcedor, explicou o plano de ação da iniciativa.

“Nós fizemos uma linha do tempo para gerar o projeto Escola Amiga do Atleta. Na linha do tempo, tínhamos um primeiro momento, que seria a reunião interna que a CBF fez, para realizar o diagnóstico. No segundo momento, tivemos uma reunião técnica, para definir qual o alicerce do nosso projeto. Feito o acerto técnico, fizemos o terceiro passo na nossa linha do tempo no dia de hoje, com o envolvimento institucional das autoridades que representam o Programa Integra Brasil, na figura do MEC, do Ministério da Cidadania e do Ministério da Mulher. Então tivemos esse alinhamento do Governo Federal com o Governo do Estado para termos um ambiente de produção, estamos nesse caminho. O quarto passo vai ser a formulação da política pública. O quinto passo será a reunião final, que faremos em dezembro com a apresentação do Escola Amiga do Atleta já com uma política lançada para 2022, essa é visão geral”, explicou José Alexandre.

Marco Dalpozzo na abertura do primeiro dia do What Await Us Marco Dalpozzo, Diretor da CBF Academy, representou a instituição ao longo da reunião da última terça-feira (4).
Créditos: Assessoria CBF

Peça-chave na interlocução entre o esporte e a educação dentro da Confederação Brasileira de Futebol, Marco Dalpozzo também participou da reunião. Diretor da CBF Academy, o representante destacou que a parceria oriunda do projeto Escola Amigo do Atleta alavancará ambas esferas envolvidas, tanto a social quanto a desportiva. Para Marco, a iniciativa encabeçada pela CBF fará com que o Brasil cresça através de sua paixão pelo futebol, assim como a modalidade tem tudo para evoluir com o desenvolvimento educacional.

“O desenvolvimento educacional do país pode ser acelerado e alavancado pela paixão pelo futebol e pela excelência e competência das partes envolvidas neste projeto, como o desenvolvimento do futebol pode ser alavancado e evoluir através do desenvolvimento educacional e empenho de todos que fazem disso sua causa. É uma equação positiva, uma causa comum de todos pelo bem e pelo desenvolvimento das potencialidades do Brasil”

Eliane Paim, por sua vez, ressaltou o ganho que o projeto Escola Amiga do Atleta acarretará no lado humano. De acordo com a Pedagoga das Seleções das Categorias de Base e Coordenadora Pedagógica da CBF Academy, o foco da iniciativa é prover o melhor ensino possível aos atletas envolvidos, para que esses possam vir a se tornar cidadãos para a vida.

"O projeto Escola Amiga do Atleta tem como principal objetivo promover o incentivo para que os nossos atletas possam dar continuidade a sua formação acadêmica, bem como oferecer todo o apoio e toda a qualidade que eles merecem, pois não formamos somente atletas. Formamos cidadãos para a vida", ressaltou Eliane Paim. 

Terceiro integrante da Confederação Brasileira de Futebol a coordenar a reunião, Diogo Netto foi mais sucinto e focou no que o projeto deixará como legado. De acordo com o Gerente da CBF Academy e de Sustentabilidade e Responsabilidade Social da CBF, a iniciativa Escola Amiga do Atleta será um marco para o desporto nacional, além de dar suporte para os jovens envolvidos com opções para além do futebol.

“Esse é um projeto estratégico, onde deixaremos um legado educacional para o futebol brasileiro e auxiliaremos com a segunda carreira para aletas de futebol”, resumiu Diogo Netto.

Outro participante que frisou a grandiosidade do projeto foi Helber Vieira. O Diretor de Políticas da Educação Básica representou o Secretário de Educação Básica, Mauro Rabelo, durante o encontro virtual. Segundo ele, a parceria do Governo na iniciativa encabeçada pela CBF será de extrema importância para o sucesso do Escola Amiga do Atleta.

"Para o Secretário de Educação Básica, Mauro Rabelo, a parceria é um passo concreto pra essa iniciativa que deseja ver de forma integrada o sucesso escolar e o talento no futebol", concluiu Helber.

Confira abaixo a listagem dos profissionais que participaram da reunião e seus respectivos cargos:

Marco Dalpozzo - Diretor da CBF Academy
Diogo Netto - Gerente da CBF Academy e de Sustentabilidade e Responsabilidade Social da CBF
Eliane Paim -Pedagoga das Seleções das Categorias de Base e Coordenadora Pedagógica da CBF Academy
Maristela Eleutério - Assistente Social do Botafogo
Mauro Rabelo – Secretário de Educação Básica
Helber Vieira – Diretor de Políticas e Diretrizes da Educação Básica
Renato Brito-Diretor de Formação Docente e Valorização dos Profissionais da Educação
Myrian Sartori – Coordenadora Geral do Ensino Fundamental
Renan Ferreirinha – Secretário Municipal do RJ
Sr. Guilherme Schleder - Secretário Municipal de Esportes
Sr. Marco Rodrigues- Coordenador do Projeto Volta às aulas na SME-RJ
Vitor Zanelli - CR Flamengo- Secretaria Especial do Esporte
Alexandre Carvalho - Secretaria Especial do Esporte
José Alexandre Carvalho - Coordenador-Geral de Futebol e Defesa dos Direitos do Torcedor da Secretaria Nacional de Futebol e Defesa dos Direitos do Torcedor
Karla Pedrosa - Pedagoga Clude de Regatas Vasco da Gama
Fernando Truyts - Coordenador Socioeducacional
Patrícia Negreiros – Pedagoga do Flamengo 
Viviane Silva - Secretária Executiva do Direito da Mulher, da Família, Dos Direitos Humanos
Pedro Hollanda - Diretor de Projetos e Relações Institucionais do Direito da Mulher
Paula Cristina Ferreira- Orientadora Pedagógica
Kátia Magalhães- Psicopedagoga
Lucilene Dias- Coordenadora Social Psicopedagógica
Leonardo Bernardes Silva de Melo - Integrante da Coordenadoria de Educação Integral e Extensão Curricular da SME-RJ