Com Pretinha e Jéssica, CBF Social debate futebol feminino em Teresina

Com Pretinha e Jéssica, CBF Social debate futebol feminino em Teresina

Nesta quarta-feira (2), começou mais uma etapa do CBF Social futebol feminino. O seminário contou com a presença de importantes nomes da modalidade

Participantes e palestrantes do Seminário de Futebol Feminino, em Teresina-PI Participantes e palestrantes do Seminário de Futebol Feminino, em Teresina-PI
Créditos: Beatriz Menezes

O CBF Social chegou em Teresina para uma semana intensa de futebol feminino. Nesta quarta-feira, um seminário marcou a abertura das atividades no auditório do Palácio da Música, no centro da capital piauiense. O encontro teve apresentações de Diogo Netto, Gerente de Desenvolvimento Técnico, Responsabilidade Social e Sustentabilidade da CBF, Fernando Solera, Coordenador Nacional da Comissão Antidopagem da CBF, e a Dra. Diana Márcia, psicóloga da Federação de Futebol do Piauí. 

Além das palestras, uma conversa aberta com Pretinha, ex-jogadora da Seleção Feminina e integrante do Conselho de Craques da CBF, e Jéssica de Lima, auxiliar técnica da Seleção Feminina Sub-20, motivou a plateia de meninas que sonham em viver do futebol. 

Jéssica de Lima durante a palestra do CBF Social Jéssica de Lima durante a conversa sobre Futebol Feminino, em Teresina-PI
Créditos: Beatriz Menezes

- Esse trabalho da CBF Social, para mim, é maior que qualquer título, porque salvar uma vida vale muito. Eu sou prova disso, estou aqui porque o futebol me salvou. Para mim, é maior que um campeonato mundial - disse a técnica.

Para Pretinha, poder apoiar as meninas através da sua própria história é muito gratificante: 

Pretinha durante a palestra do CBF Social Pretinha relembrou momentos de sua carreira como atleta
Créditos: Beatriz Menezes

- Esperamos que no futuro, a gente possa ter novos talentos surgindo. Mas para isso, precisamos desse trabalho com a base, para ter renovação e e assim, as coisas darem certo.

Diogo Netto / CBF Social Futebol Feminino - Teresina-PI Diogo Netto apresentou as ações e objetivos do CBF Social
Créditos: Beatriz Menezes

Segundo Diogo Netto, gerente dos projetos, o principal objetivo do CBF Social é oportunizar e capacitar jovens que sonham em se tornarem jogadoras:

- São temas específicos sobre futebol feminino, com palestrantes de alto nível, que querem deixar o legado educacional e para então, realmente, transformar vidas.

Nos próximos dias, as ações continuam. Na quinta-feira (3), será realizada uma seletiva de clubes para meninas entre 14 e 19 anos de idade. Já na sexta-feira (4), o tradicional Festival do Futebol do CBF Social atenderá meninas entre 8 e 15 anos.