CBF divulga a criação do projeto Futebol na Escola

CBF divulga a criação do projeto Futebol na Escola

Em videoconferência, CBF e representantes do Programa Integra Brasil discutem os primeiros passos da iniciativa que alia educação e esporte na base

Registro feito durante a reunião do Projeto Futebol na Escola, realizada nesta quarta-feira de maneira digital Registro feito durante a reunião do Projeto Futebol na Escola, realizada nesta quarta-feira de maneira digital
Créditos: CBF

Na última quarta-feira (19), a CBF Academy e a CBF Social se reuniram, em videoconferência, com representantes do Ministério da Educação (MEC), da Secretaria Nacional de Futebol do Ministério da Cidadania, do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos e da CBDE para discutir os preparativos do Futebol na Escola. O projeto é uma iniciativa do Programa Integra Brasil e visa a valorização da educação na formação dos jogadores.

Durante o encontro virtual, a Confederação Brasileira de Desporto Escolar (CBDE) firmou o compromisso de disponibilizar os recursos necessários para a implantação de 10 núcleos do Futebol na Escola nos próximos dois anos. Segundo discutido na reunião, o projeto piloto será desenvolvido no Estado do Ceará. O objetivo do Futebol na Escola é proporcionar integração educacional e esportiva para 800 crianças e adolescentes, entre 6 e 16 anos de idade.

Participante da reunião, o presidente da CBDE, Antônio Hora, comentou sobre o projeto: “A CBDE, integrante do Programa Integra Brasil, entende que a inclusão desportiva com equidade de gênero, tem no esporte, principalmente no futebol, um catalisador poderoso para impulsionar o desporto escolar e trazer habilidades de vida para crianças e adolescentes das escolas brasileiras. Agradeço a oportunidade de estar presente no projeto piloto no estado do Ceará que será bem recepcionado pelo presidente Mauro Carmélio”.

Com presença do Secretário Geral da CBF, Walter Feldman, a videoconferência foi coordenada pelo Diretor de Recursos Humanos da CBF Academy, Marco Dalpozzo, e pelo Gerente da CBF Academy e Gerente de Sustentabilidade e Responsabilidade Social, Diogo Netto. Também representaram a CBF o Diretor de Registro, Transferência e Licenciamento de Clubes, Reynaldo Buzzoni, a Coordenadora de Competições Femininas, Aline Pellegrino, a Coordenadora de Seleções Femininas, Duda Luizelli, o Coordenador Metodológico da CBF Social, Bruno Rossel e a Consultora Pedagógica das Seleções de Base, Elaine Paim.

Fechando o grupo da mesa virtual, representando o Ministério da Educação, estiveram presentes a coordenadora da Diretoria de Formação Docente e Valorização dos Profissionais da Educação (DIFOR), Leda Silva, o  Secretário Nacional de Futebol da Secretaria Especial do Esporte, Ronaldo Lima e o Coordenador Geral, Alexandre Carvalho. Pelo Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, o Coordenador Geral de Projetos e Processos da Secretaria Executiva, Renato Coutinho, marcou presença junto com o CEO da CBDE, Luiz Delphino. 

Sede do projeto piloto, o Ceará contou com a representação do presidente da Federação Cearense de Futebol, Mauro Carmélio, e o presidente da Federação Sergipana de Futebol, Milton Dantas, também marcou presença na videoconferência.

Na próxima semana, uma nova reunião com representantes da FIFA vai firmar a iniciativa ao programa Football for School.