Por Dentro das Finanças no Futebol

Por Dentro das Finanças no Futebol

Aprofunde-se na profissão responsável pela prosperidade financeira de Clubes e entidades do Futebol

Por Dentro das Finanças no Futebol Por Dentro das Finanças no Futebol
Créditos: Divulgação

Para que qualquer organização ou projeto esportivo prospere, boas práticas financeiras devem ser adotadas. Os responsáveis ​​por criar processos e controles, além, obviamente, do planejamento financeiro devem ser especialistas em Finanças.

Como em qualquer campo profissional, a gestão financeira na indústria do futebol abrange:

1. Estratégia, planejamento e orçamento;

2. Aprovação/definição de gastos e uso eficiente de recursos financeiros;

3. Análises, relatórios e reportes.

Para saber mais sobre esta profissão que faz a roda girar, continue conosco!

Profissão Executivo de Finanças no Futebol, o que vamos ver nesta matéria:

- Qual a função do Executivo de Finanças no Futebol?

- O que se espera do Executivo de Finanças no Futebol?

- Em quais organizações o Executivo de Finanças no Futebol pode trabalhar?

- Como me tornar um Executivo de Finanças no Futebol?

Qual é a função do Executivo de Finanças no Futebol?

Independentemente da personalidade jurídica e da missão da entidade esportiva, os Executivos de Finanças atuam para garantir a saúde financeira da organização e promover a viabilidade contínua de modalidades, categorias e da estrutura como um todo. Eles supervisionam resultados importantes, como o fluxo de caixa, e determinam o padrão de lucratividade, o nível de despesas e os indicadores financeiros que serão acompanhados permanentemente.

Quando o assunto é crescimento do Clube ou entidade, o Executivo de Finanças conduz planos de captação de recursos e parcerias de investimentos, assim como suporta outras áreas para a atração de patrocinadores ou a contratação de serviços, licenciamentos ou uso de imagem com diversos stakeholders.

O que faz o Executivo de Finanças no dia a dia?

A gestão financeira no Futebol começa no conhecimento sobre os planos da entidade e de quais fundos estão disponíveis para viabilizá-los. Examinar registros financeiros anteriores é importante para programas estabelecidos, enquanto criar uma estratégia e um orçamento do zero para um novo programa é fundamental. Trabalhar em sintonia com proprietários, estatutários, outros executivos e principais interessados na entidade esportiva é essencial para o bom desempenho da função do Executivo de Finanças.

Criar uma estratégia financeira no Futebol envolve:

- Diagnosticar as tendências e as restrições setoriais, bem como do macroambiente (política, economia, sociedade, tecnologia, meio ambiente e legal);

- Examinar restrições internas da entidade esportiva;

- Detalhar todos os gastos, incluindo os relativos à estrutura, equipamentos de treinos e jogos, viagens, acomodações, marketing, promoções e salários do pessoal, entre outros;

- Estimar receitas, incluindo taxas de associação, vendas de ingressos, vendas de restaurantes e vestuário, produtos licenciados, direitos de transmissão, etc;

- Organizar informações financeiras em um painel que seja fácil de ler e entender para as partes interessadas.

À medida que trabalham em todas essas tarefas, os Executivos de Finanças no Futebol devem ter em mente os regulamentos relativos às Finanças da organização ou projeto que atuam. Se a entidade esportiva fizer parte de uma associação maior, as regras também devem ser seguidas.

De forma complementar ao planejamento e orientação financeira que os Executivos da área proporcionam às entidades esportivas, os mesmos devem garantir, no dia a dia, o controle de fluxo de caixa, o gerenciamento de contas a pagar e receber (sobretudo salários, fornecedores, impostos e o controle de arrecadações), o controle de contas correntes e documentos fiscais, além do gerenciamento de riscos, da geração de relatórios analíticos gerenciais e das demonstrações financeiras oficiais da entidade. Em alguns casos, a gestão do patrimônio também está sob a responsabilidade dos Executivos de Finanças.

Qual o impacto do trabalho do Executivo de Finanças?

O trabalho do Executivo de Finanças é percebido no equilíbrio dos gastos e receitas da entidade esportiva, que leva à sustentação da organização e conquista dos objetivos esportivos ao longo do tempo. O aumento da previsibilidade do resultado esportivo, também, é uma das missões do Executivo de Finanças, pois está associado à estabilidade da organização e à disponibilidade dos recursos necessários para o bom desempenho esportivo.

O trabalho do Executivo de Finanças também deve aumentar a transparência e a credibilidade da entidade esportiva. A captação de recursos e patrocínios, por exemplo, depende diretamente de ambos os fatores.

Como me tornar um Executivo de Finanças?

Para se tornar um Executivo de Finanças no Futebol, os profissionais geralmente precisam obter um diploma de Bacharel em uma área como Contabilidade, Finanças, Economia ou Administração. Uma pós-graduação em um campo relacionado pode aprimorar o conhecimento e habilidades para avançar para posições de liderança.

Cursos de especialização na área do Esporte oportunizam a complementação necessária ao Executivo de Finanças no que tange à aplicação do conhecimento específico ao contexto do esporte.

A CBF Academy oferece o curso de Estratégia e Finanças no Futebol, que, além de contar com profissionais de alto gabarito do mercado, proporciona networking e aborda os principais temas da área como Estrutura, Visão Sistêmica e Governança no Futebol; Estratégia e Modelos de Negócio no Futebol; Estratégia: da Elaboração a Execução; Gestão Financeira; e Clubes Empresas.


Veja mais

PATROCINADORES

A CBF Nike Guaraná Antartica Vivo Itaú Neoenergia Mastercard Gol Cimed Pague Menos TCL SEMP TechnoGym StatSports Kin Analytics Globus Italian Excellence