Por Dentro da Coordenação Metodológica

Por Dentro da Coordenação Metodológica

Conheça a profissão que vem ganhando espaço no mercado brasileiro de futebol

CBF Academy CBF Academy
Créditos: Divulgação

Ser jogador de futebol é um sonho para a maior parte dos brasileiros. Há também os que sonham em ser treinadores. Com tamanha competitividade, são poucos os que conseguem se tornar profissionais, e são menos numerosos ainda os que conseguem atingir o estrelato. Mas para os apaixonados que não conseguem viver longe desse esporte que cativa tantas pessoas ao redor do globo, não são poucas as oportunidades de trabalho que permitem viver próximo da bola e do campo.

Para falar sobre isso, a CBF Academy dá início à série “Por Dentro”, que apresentará profissões relacionadas ao Futebol e seus cursos de capacitação correlatos.

Profissão Coordenador Metodológico, o que vamos ver nesta matéria:

Qual a função do Coordenador Metodológico?

- O que faz o Coordenador Metodológico no dia a dia?

- Qual o impacto do trabalho do Coordenador Metodológico?

- Como me tornar um Coordenador Metodológico?

 Hoje, no Futebol, existem diversas profissões relacionadas às mais diferentes funções: Treinadores, Analistas de Desempenho, Fisiologistas, Preparadores Físicos, Analistas de Mercado, Executivos, Intermediários, Gestores, entre outros. Nas Categorias de Base, as funções de Coordenador Técnico, Supervisor (Coordenador de Logística e Operação) e Coordenador Metodológico são destaque no momento, e é importante diferencia-las, bem como suas responsabilidades.

Estes três cargos convergem na ponta do processo pois devem dar suporte para a Comissão Técnica no dia a dia do trabalho, através da estruturação de treinos e do modelo de jogo.

A função do Coordenador Técnico envolve todas as variáveis do contexto (treinos e jogos), enquanto o Supervisor é responsável pela parte Operacional e de Logística.

O Coordenador Metodológico, por sua vez, terá sua atividade descrita nas linhas a seguir.

Qual a função do coordenador metodológico?


A função de Coordenador Metodológico é relativamente recente no Brasil, tendo ganhado força nos últimos tempos com a preocupação dos Clubes em respeitar seus Currículos de Formação e diretrizes metodológicas.

A Coordenação Metodológica direciona o processo formativo e identitário que o Clube tem para a formação dos atletas, desde uma perspectiva individual até o jogar coletivo. Este processo deve respeitar o Currículo de Formação e as diretrizes metodológicas do Clube. Isso ocorre para que essas ações se apliquem na prática de forma concreta, fazendo com que as equipes da Base joguem de forma semelhante e respeitem os conteúdos formativos e estratégicos de acordo com as idades e categorias.

O Coordenador Metodológico, como explica o professor da CBF Academy Próspero Paoli, é “o guardião de um importante instrumento no processo da formação, que é exatamente o Currículo de Formação, do modelo de jogar preconizado pelo clube de acordo com sua cultura, identidade e filosofia”.

O que faz o coordenador metodológico no dia a dia?


No dia a dia, o profissional é responsável pela estruturação do treino. Ele deve cuidar para que essas práticas tenham mais intencionalidade, especificidade com o modelo de jogo, desenvolvam os padrões de comportamento do atleta e o princípio das propensões que são geradas pelos exercícios para dar especificidade.

O Coordenador Metodológico atua também como orientador da Comissão Técnica e principalmente do treinador, pois tem uma relação muito forte com as questões relacionadas ao treino. O trabalho deste profissional deve ainda integrar as diversas categorias existentes na Base através de acompanhamento e de um processo verticalizado.

Qual o impacto do trabalho do coordenador metodológico?


Ao mesmo tempo, a metodologia impacta não apenas no aspecto do modelo de jogo e no treino, mas também na captação de atletas e envolve ainda outros setores do clube, como análise de desempenho e análise de mercado. O Coordenador Metodológico é um profissional hoje muito presente, que deve ter também experiência do dia a dia do Futebol, por ter um trato muito direto com as comissões e treinadores. Ele precisa ter conhecimento do jogo e das questões ligadas ao jogo e seu modelo.

A tendência é ainda de que o cargo do Coordenador Metodológico seja mais duradouro nos Clubes por ser um profissional estratégico.

Como me tornar um coordenador metodológico?


Para os interessados em seguir nesta profissão, a CBF Academy lançou o curso Coordenação Metodológica nas Categorias de Base. Com 20 horas de atividades online, os alunos poderão imergir neste universo da através de aulas sobre Coordenação Metodológica, Currículo e Formação de Futebolistas, Gestão Metodológica, Aplicações Práticas e as Perspectivas da Coordenação Metodológica.

O curso pretende transmitir conteúdos voltados para o desenvolvimento integral de jovens atletas de Categorias de Base, assim como para a construção das diretrizes metodológicas de Clubes de Futebol. Voltado sobretudo para Treinadores de Categoria de Base, Coordenadores Técnicos, Coordenadores Metodológicos Gerentes de Futebol, Supervisores de Futebol, e ex-Atletas, poderão se inscrever todos os que possuírem Ensino Médio completo.

Para mais informações sobre o curso, acesse https://www.cbf.com.br/cbfacademy/pt-br/cursos/161-coordenacao-metodologica-nas-categorias-de-base.


Veja mais

PATROCINADORES

A CBF Nike Guaraná Antartica Vivo Itaú Neoenergia Mastercard Gol Cimed Pague Menos TCL SEMP TechnoGym StatSports Kin Analytics Globus Italian Excellence