CBF Academy realiza Mesa Redonda sobre Gestão de Pessoas

CBF Academy realiza Mesa Redonda sobre Gestão de Pessoas

Encontro contou com a presença de Marco Dalpozzo, Diretor de RH da CBF, Paulo Angioni, executivo de futebol do Fluminense e Felipe Ximenes. Quem mediu o papo, realizado por videoconferência, foi Michel Mattar, da CBF Academy

CBF Academy realiza Mesa Redonda sobre Gestão de Pessoas Créditos: CBF

A CBF Academy realizou a segunda edição da sua Mesa Redonda no final da tarde desta terça-feira (12). O tema do encontro foi a Gestão de Pessoas e contou com a presença de profissionais de clubes e também da CBF. Estiveram presentes o Diretor de RH da entidade, Marco Dalpozzo, o executivo de futebol do Fluminense, Paulo Angioni, e Felipe Ximenes, dirigente com anos de experiência no futebol. Quem mediou o debate foi Michel Mattar, coordenador do Escola de Gestão da Academy.

Profissional com anos de experiência no mundo corporativo e na área de Recursos Humanos, Marco Dalopozzo foi o primeiro a falar e fazer sua explanação. Ele falou de diversificação, inovação, sustentabilidade financeira, construção da marca e aquilo que ele considera ser o mais importante, justamente a gestão de pessoas, tema da Mesa Redonda desta terça-feira (12).

- Do ponto de vista organizacional, três pontos são muito importantes para o gestor, que chamamos de Triple A: antecipação, autonomia, propiciando um ambiente que tolera certos erros para estimular a criatividade, e a adaptabilidade - explicou o Diretor de RH da CBF. 

Já Felipe Ximenes, que tem passagens por clubes como Fluminense, Coritiba e Flamengo, além de ser palestrante em cursos da CBF Academy, aproveitou a oportunidade para dar um conselho aos espectadores da Mesa Redonda.  Ele sugeriu cinco exercícios para aqueles que buscam um posto de liderança no futebol: 1) Quais são os seus pontos fortes? 2) Quais são os seus pontos fracos? 3) Quais são os seus medos? 4) Onde você pode evoluir? 5) Quais são suas prioridades?

- Para liderar é preciso autoconhecimento. O futebol é um meio hostil e de pressão por natureza, então você precisa ter equilíbrio para conquistar a confiança e admiração das pessoas que trabalham a sua volta - aconselhou Felipe Ximenes.

Aos 72 anos e atualmente no Fluminense, Paulo Angioni trouxe a experiência de quem está no futebol desde o fim dos anos 70 com passagens por grandes clubes do cenário nacional. Após passear pelas diversas mudanças na gestão de pessoas no esporte ao longo do tempo, da introdução dos psicólogos aos dias de hoje, ele fez questão de desmistificar alguns rótulos da modalidade. 

- O futebol é essencialmente humano. Então, se posso deixar dois conselhos, estes são eles: sejam humanos e entendam os seres humanos que trabalham a sua volta - finalizou.

Este encontro, que durou pouco mais de uma hora e ainda contou com respostas aos espectadores, foi a segunda edição da Mesa Redonda da CBF Academy. Na última semana, com o tema Gestão de Crise, participaram Cícero Souza (Gerente de Futebol do Palmeiras), Roberto Bacellar (Especialista em Gestão Empresarial) e Thiago Scuro (Diretor Executivo do RB Bragantino). A íntegra destes dois encontros você encontra aqui

Ainda estão previstas mais três Mesas Redondas até o início do mês de junho. A próxima está marcada para o dia 19 de maio, com o tema Perspectivas da Análise de Desempenho. Os convidados serão o Bruno Baquete, da Seleção Brasileira Masculina, Ricardo Pombo, da Seleção Feminina, e Rafael Vieira, que trabalhou na Seleção com o técnico Mano Menezes. 


Veja mais