Substituição extra por concussão será adotada nas Séries A e B

Substituição extra por concussão será adotada nas Séries A e B

Médico da equipe irá sinalizar o reconhecimento de concussão à equipe de arbitragem com um cartão; medida começa a valer neste sábado (13), com o início do Brasileirão Betano

Substituição extra por concussão será adotada nas Séries A e B Substituição extra por concussão será adotada nas Séries A e B
Créditos: Reprodução

As Séries A e B do Campeonato Brasileiro adotarão o protocolo da substituição extra por concussão. Caso o médico de uma determinada equipe reconheça sintomas da lesão no campo em um jogador, este será substituído, e a troca não será contabilizada. A cada jogo, será permitida apenas uma por time. A medida entra em vigor a partir deste sábado (13), com o começo do Brasileirão Betano. O início da Série B está marcado para a próxima sexta-feira (19).

Antes da partida, a equipe de arbitragem entregará ao médico um cartão específico para a substituição por concussão (de cor vermelha), que será mostrado ao árbitro no momento da troca do atleta. Após o apito final, o médico o devolverá, com sua assinatura e o número do jogador, e preencherá um questionário obrigatório, detalhando os sintomas identificados e o tratamento feito com o atleta, como, por exemplo, se foi submetido a uma tomografia computadorizada, se ficou em observação no hospital ou em domicílio/hotel, entre outros.

Um relatório deverá ser enviado, com a evolução do quadro do jogador, o protocolo de retorno aplicado e a data do retorno do jogador para a próxima partida, à Comissão Médica da CBF, que irá verificar se os procedimentos preconizados foram cumpridos.

"É uma vitória para nós. Estamos brigando por isso desde 2015. A adoção aconteceu após a reunião dos três departamentos responsáveis (Diretoria de Competições, Comissão Médica e Comissão de Arbitragem) e teve a aprovação do presidente Ednaldo. Acho que estamos dando um passo gigante para mostrar como a CBF preza pela proteção dos atletas", disse o Dr. Jorge Pagura, presidente da Comissão Médica e de Combate à Dopagem da CBF (CMCD).

A medida será aplicada tendo em vista a regulamentação das mudanças propostas pela International Football Association Board (IFAB), responsável pelas regras do futebol. As Eliminatórias para a Copa do Mundo Masculina 2026 e a Copa do Mundo Feminina 2023 incorporaram a substituição extra por concussão para suas partidas.

A escolha pelas Séries A e B se deu pela presença do VAR em todas as partidas, instrumento necessário para revisão e análise dos comportamentos da equipe médica e de arbitragem.

Para as demais competições, deverá ser seguido o protocolo de comunicação à Comissão Médica, com preenchimento do questionário sobre a lesão do jogador. O objetivo é que a substituição extra por concussão seja adotada gradativamente, mediante estudo dessa primeira implementação nas Séries A e B.

Confira o protocolo e o questionário de concussão em anexo:

Anexos

  • Protocolo Concussão 2024

  • Questionário Concussão 2024

PATROCINADORES

A CBF Nike Guaraná Antartica Vivo Itaú Neoenergia Mastercard Gol Cimed Pague Menos TCL Semo Technogym Core Laser Mectronic Kin Analytics