Protocolo, tecnologia e números são foco de visita técnica sobre o VAR

Protocolo, tecnologia e números são foco de visita técnica sobre o VAR

Evento da IFAB/FIFA levou conhecimento às Federações interessadas em utilizar a ferramenta em seus respectivos estaduais em mais um dia de palestras

O segundo dia da visita técnica da International Football Association Board (IFAB/FIFA) sobre o Árbitro de Vídeo (VAR) para Federações estaduais foi realizado nesta terça-feira (20), no Rio de Janeiro (RJ), e trabalhou três assuntos de grande importância: protocolo, tecnologia e números. O estatístico Ítalo Medeiros, consultor da Comissão de Arbitragem da CBF, abriu a programação do evento, que conta com o apoio da CBF, apresentando dados dos 14 jogos da Copa do Brasil 2018 que contaram com o uso da ferramenta. O profissional exibiu gráficos, fez comparativos e mostrou números de tempo de rola rolando, intervenções, entre outros.

Na sequência, Dirk Schlemmer, gerente do departamento de serviços de futebol da IFAB, assim como na última segunda (19), se aprofundou no protocolo necessário para a utilização do VAR. O profissional destacou ainda a importância deste contato entre o IFAB e as Federações estaduais.

- É muito interessante para nós (IFAB/FIFA) falar diretamente com as Federações para passar a elas toda a experiência que construímos nos últimos dois anos e apoiá-los a preparar este enorme projeto. Queremos tornar o projeto bem-sucedido para as Federações. Por esta razão nós nos dispomos a vir ao Brasil e passar os principais pontos sobre como organizar o projeto completo. As Federações devem conhecer tudo em detalhe já que, no fim, elas são responsáveis pela implementação, pela educação e pela execução de todos os pré-requisitos. Por isto a importância de providenciar o escopo completo da fase de implementação do VAR - destacou.

Sebastian Runge, chefe do departamento de tecnologia e inovação do futebol da IFAB/FIFA, foi o terceiro palestrante do dia. O alemão falou sobre preparação para a implementação de tecnologia, desafios, montagem e melhores práticas da ferramenta e fez um panorama sobre a experiência com Árbitro de Vídeo na Copa do Mundo FIFA Rússia 2018. Em conversa com o site da CBF, Sebastian mostrou alegria pela realização da visita técnica.

- Para nós, como FIFA, é muito importante ter acesso direto às Federações. Os organizadores dos Estaduais precisam ser informados sobre os padrões e pré-requisitos mínimos para a implementação do VAR. Estamos aqui para prestar suporte e compartilhar nossos conhecimento das competições FIFA e outros torneios ao redor do mundo para que nós possamos ajudar os Estaduais com a ferramenta do Árbitro Assistente de Vídeo - salientou.

Encerrando a programação desta terça-feira, o autor do projeto de Árbitro de Vídeo, Manoel Serapião, repassou o protocolo do VAR. O profissional falou também sobre a experiência da CBF nas partidas da Copa do Brasil 2018 com a ferramenta e elucidou dúvidas dos expectadores presentes.

Assim como no primeiro dia, representantes das Federações de Alagoas, Bahia, Ceará, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Santa Catarina e São Paulo acompanharam atentamente o material apresentado pelos palestrantes. As Entidades têm interesse em utilizar a ferramenta em seus respectivos campeonatos estaduais.

A visita técnica segue com mais um dia de palestras nesta quarta-feira (21). A programação do último dia de evento prevê novas apresentações de Dirk Schlemmer, Sebastian Runge e Marta Magalhães, psicóloga da Comissão de Arbitragem da CBF.