Manoel Serapião Filho é o representante brasileiro no encontro da IFAB, da FIFA

Manoel Serapião Filho é o representante brasileiro no encontro da IFAB, da FIFA

A IFAB tem como objetivo preservar as regras de jogo, supervisionar a sua aplicação, estudá-las e, eventualmente, modificá-las.

Templates-Arbitragem2 Templates-Arbitragem2

Manoel Serapião Filho, ex-árbitro FIFA e atual instrutor técnico da Escola Nacional de Arbitragem, é o representante brasileiro no encontro da IFAB (International Football Association Board), da FIFA. O evento será realizado no Hotel Europa em Belfast, Irlanda do Norte, nos dias 24 e 25 de novembro.

O objetivo da IFAB é preservar as regras de jogo, supervisionar a sua aplicação, estudá-las e, eventualmente, modificá-las. E para isso, foram formados dois novos painéis consultivos - de Futebol e o Técnico -, criados para apoiar a IFAB antes da tomada de decisões finais com mais competência. Os dois painéis se reunirão duas vezes ao ano para discutir tópicos relacionados às Regras do Jogo apresentando seus resultados e recomendações para a associação. 

Incluídos entre os tópicos na agenda para as primeiras reuniões deste mês estão: a chamada “tripla punição”; a Regra 12 referente ao toque na bola; a substituição contínua de jogadores no futebol amador; e o uso de sistemas eletrônicos de rastreamento de desempenho.  Todos esses itens já haviam sido discutidos pela IFAB e designados para análise adicional pelos dois novos painéis.

A reunião do Painel Consultivo de Futebol será na segunda-feira, 24 de novembro, seguido pela reunião do Painel Consultivo Técnico, no dia 25.

Os membros da IFAB ou das associações membros da FIFA tem até o dia 1º de dezembro 2014 para apresentar sugestões ou propostas de alterações às Regras do Jogo, pedidos de experimentação e quaisquer outros itens para serem debatidos para a IFAB. 

Confira os demais participantes:

Painel Consultivo de Futebol: Anthony Baffoe (Gana), Gijs de Jong (Países Baixos), Shaka Hislop (Trinidad & Tobago), Christian Karembeu (Nova Caledônia), Ioan Lupescu (Romênia), Hidetoshi Nakata (Japão), Wynton Rufer (Nova Zelândia), Richard Jobson (Inglaterra), Andreas Rettig (Alemanha)

 

Painel Consultivo Técnico: Neale Barry (The FA), Jean-Paul Brigger (FIFA), Massimo Busacca (FIFA), William Campbell (FA Irlandesa), Lim Kee Chong (Maurício), Pierluigi Collina (Chefe de Arbitragem da UEFA), Sonia Denoncourt (Chefe de Arbitragem da CONCACAF), David Elleray (Inglaterra), Ray Ellingham (FA Galense), John Fleming (FA Escocesa), Mark Hester (Chefe de Arbitragem da OFC), Jorge Larrionda ( Comitê de Arbitragem da FIFA), Yoshimi Ogawa (Chefe de Arbitragem da AFC), Manoel Serapião Filho (Brasil).