Jogo histórico: Pela primeira vez, partida é comandada por equipe 100% feminina

Jogo histórico: Pela primeira vez, partida é comandada por equipe 100% feminina

Jogo da Série B foi o primeiro no futebol masculino só com mulheres na arbitragem, operação e arrecadação

Partida entre Ituano e Tombense pela 21ª rodada da Série B foi o primeiro no futebol masculino em que a equipe de arbitragem e toda operação do jogo foi composta somente por mulheres Partida entre Ituano e Tombense pela 21ª rodada da Série B foi o primeiro no futebol masculino em que a equipe de arbitragem e toda operação do jogo foi composta somente por mulheres
Créditos: Miguel Schincariol / Ituano

Pela primeira vez na história, uma partida de futebol masculino foi comandada somente por mulheres. Nesta quarta-feira (2), a arbitragem, a arrecadação e a operação do jogo foram 100 % feminina.  Elas trabalharam na vitória do Ituano (SP) sobre o Tombense (MG), por 1 a 0, partida válida pela 21ª rodada do Brasileirão Série B. 

Oito árbitras atuaram no Estádio Novelli Júnior, em Itú (SP). Thayslane de Melo Costa (FIFA-SE) foi a árbitra principal. As assistentes foram Maira Mastelia Moreira (RS) e Vanessa Santos Azevedo (SE). Marianna Nanni Batalha (SP) foi escalada como quarta árbitra e Simone Xavier de Paula e Silva (RJ) atuou de assessora. O VAR teve Charly Wendy Straub Deretti (FIFA-SC) como árbitra de vídeo, Lilian Silva Fernandes Bruno (RJ), de assistente, e Silvia Regina de Oliveira (SP), de observadora. 

Partida entre Ituano e Tombense pela 21ª rodada da Série B foi o primeiro no futebol masculino em que a equipe de arbitragem e toda operação do jogo foi composta somente por mulheres Partida entre Ituano e Tombense pela 21ª rodada da Série B foi o primeiro no futebol masculino em que a equipe de arbitragem e toda operação do jogo foi composta somente por mulheres
Créditos: Miguel Schincariol / Ituano

Além da arbitragem, o duelo entre Ituano e Tombense contou com a Delegada Debora Nunes, a coordenadora Vivian Rosa, a supervisora de imprensa Raquel Nakamura, a supervisora de operações Dayanne Arthur e a arrecadadora Solange Ávila. 

Partida entre Ituano e Tombense pela 21ª rodada da Série B foi o primeiro no futebol masculino em que a equipe de arbitragem e toda operação do jogo foi composta somente por mulheres Partida entre Ituano e Tombense pela 21ª rodada da Série B foi o primeiro no futebol masculino em que a equipe de arbitragem e toda operação do jogo foi composta somente por mulheres
Créditos: Miguel Schincariol / Ituano

O presidente da Comissão de Arbitragem da CBF, Wison Seneme, valorizou a boa performance das profissionais em campo.

"É muito importante que se confirme a boa atuação das árbitras. Porque isso comprova que não é uma questão de simplesmente oportunizar o gênero feminino, mas uma questão de capacidade de uma equipe formada somente por mulheres atuar nos jogos de uma série tão importante como é a Série B. Quem sabe no futuro uma equipe totalmente feminina possa estar também na Série A. Portanto, parabenizamos as profissionais de arbitragem desse jogo que fizeram história de uma maneira positiva tendo um excelente desempenho". enfatizou Seneme.

A árbitra Thayslane de Melo agradeceu a oportunidade e a valorização da representatividade feminina no futebol.

" A emoção foi muito grande e uma honra liderar essa equipe no campo de jogo e poder ver nossa performance sendo valorizada", afirmou Thayslane.

Partida entre Ituano e Tombense pela 21ª rodada da Série B foi o primeiro no futebol masculino em que a equipe de arbitragem e toda operação do jogo foi composta somente por mulheres Partida entre Ituano e Tombense pela 21ª rodada da Série B foi o primeiro no futebol masculino em que a equipe de arbitragem e toda operação do jogo foi composta somente por mulheres
Créditos: Miguel Schincariol / Ituano

"Quero agradecer especialmente ao presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues, ao Presidente da Comissão de Arbitragem, Wilson Seneme, e também a Regildenia Moura, do Departamento de Arbitragem Feminina, pela oportunidade", acrescentou a árbitra.

A assistente Maira Mastella ressaltou a importância de atuar na partida histórica.

"Quando eu recebi a escala fiquei muito feliz. Principalmente pelas colegas que estão comigo. Conheço a trajetória delas e sei o quanto batalham para estarem em jogos dessa magnitude, como um Brasileirão Série B. Fico mais feliz ainda por estar fazendo história ao lado dessas mulheres", concluiu Maira.

Partida entre Ituano e Tombense pela 21ª rodada da Série B foi o primeiro no futebol masculino em que a equipe de arbitragem e toda operação do jogo foi composta somente por mulheres Partida entre Ituano e Tombense pela 21ª rodada da Série B foi o primeiro no futebol masculino em que a equipe de arbitragem e toda operação do jogo foi composta somente por mulheres
Créditos: Miguel Schincariol / Ituano

Curso RAP-FIFA

Em julho, árbitras e assistentes de todo o Brasil participaram de um curso promovido pela Comissão de Arbitragem da CBF em parceria com a FIFA. Foram dez dias de aulas teóricas e treinos, que envolveram atividades físicas e de posicionamento.

Partida entre Ituano e Tombense pela 21ª rodada da Série B foi o primeiro no futebol masculino em que a equipe de arbitragem e toda operação do jogo foi composta somente por mulheres Partida entre Ituano e Tombense pela 21ª rodada da Série B foi o primeiro no futebol masculino em que a equipe de arbitragem e toda operação do jogo foi composta somente por mulheres
Créditos: Miguel Schincariol / Ituano

 


Veja mais

PATROCINADORES

A CBF Nike Guaraná Antartica Vivo Itaú Neoenergia Mastercard Gol Cimed Pague Menos TCL SEMP TechnoGym StatSports Kin Analytics Globus Italian Excellence