Gianni Infantino elogia trio de arbitragem feminino do Mundial de Clubes da FIFA: 'Trabalho fantástico'

Gianni Infantino elogia trio de arbitragem feminino do Mundial de Clubes da FIFA: 'Trabalho fantástico'

Em entrevista publicada nesta quarta-feira, Presidente da FIFA exaltou feitos de Edina Alves Batista, Neuza Back e Mariana de Almeida (da Argentina).

Edina Alves foi a primeira mulher a apitar um jogo profissional masculino da FIFA. Edina Alves foi a primeira mulher a apitar um jogo profissional masculino da FIFA.
Créditos: FIFA

O Presidente da FIFA, Gianni Infantino, comentou o feito histórico das brasileiras Edina Alves Batista e Neuza Back no Mundial de Clubes. No jogo entre Ulsan Hyundai e Al Duhail, elas se tornaram, ao lado da argentina Mariana de Almeida, o primeiro trio de arbitragem feminino a comandar uma partida masculina profissional da FIFA.

Em entrevista publicada pela rede Bein Sports nesta quarta-feira, Infantino destacou que as três estiveram lá porque mereceram a oportunidade.

"Não foi apenas um gesto simbólico. Edina e o seu time de assistentes (Neuza e Mariana) fizeram um trabalho fantástico e estão aqui por mérito", destacou o Presidente da FIFA

Edina Alves Batista e Neuza Back participaram, ao todo, de três jogos no Mundial de Clubes da FIFA. Mas foi justamente no duelo entre Ulsan e Al Duhail que as duas entraram para a história, como parte do trio que comandou o jogo. Nesta quinta-feira, elas farão parte da equipe de arbitragem que trabalhará na final do Mundial, entre Bayern de Munique e Tigres. Para o Presidente da FIFA, ter mulheres como protagonistas da arbitragem é também uma maneira de comunicar uma importante lição para a comunidade do futebol.

"É claro que queremos quebrar mais barreiras e ter mulheres como árbitras. Isso manda uma mensagem importante para o mundo", declarou Infantino à Bein Sports.

Mariana de Almeida, Edina Alves Batista e Neuza Back no Mundial de Clubes da FIFA. Mariana de Almeida, Edina Alves Batista e Neuza Back no Mundial de Clubes da FIFA.
Créditos: FIFA

Confira a trajetória de Edina Alves Batista e Neuza Back no Mundial de Clubes da FIFA:

Tigres (MEX) x Ulsan Hyundai FC (KOR)
Árbitro: Esteban OSTOJICH (URU)
Auxiliar 1: Nicolas TARAN (URU)
Auxiliar 2: Richard TRINIDAD (URU)
Quarta árbitra. Edina ALVES BATISTA (BRA)
Auxiliar reserva: Neuza BACK (BRA)
VAR: Nicolas GALLO (COL)
AVAR: Julio BASCUNAN (CHI)

Al Duhail SC (QAT) x Ulsan Hyundai FC (KOR)
Árbitro: Edina ALVES BATISTA (BRA)*
Auxiliar 1: Neuza BACK (BRA)
Auxiliar 2: Mariana de Almeida (ARG)
Quarta árbitra. Abdelkader ZITOUNI (TAH)
Auxiliar reserva: Humberto PANJOJ (GUA)
VAR: Nicolas GALLO (COL)
AVAR: Julio BASCUNAN (CHI)

*primeira mulher a arbitrar um jogo masculino profissional da FIFA

Bayern de Munique (GER) x Al Ahly (EGY)
Árbitro: MOHAMMED ABDULLA (EAU)
Auxiliar 1: Mohamed ALHAMMADI (EAU)
Auxiliar 2: Hasan ALMAHRI (EAU)
Quarta árbitra. Edina ALVES BATISTA (BRA)
Auxiliar reserva: Neuza BACK (BRA)
VAR: Khamis AL MARRI (QAT)
AVAR: Drew FISCHER (CAN)

Tigres (MEX) x Bayern de Munique (GER)
Árbitro: Esteban OSTOJICH (URU)
Auxiliar 1: Nicolas TARAN (URU)
Auxiliar 2: Richard TRINIDAD (URU)
Quarta árbitra. Edina ALVES BATISTA (BRA)
Auxiliar reserva: Neuza BACK (BRA)
VAR: Nicolas GALLO (COL)
AVAR: Julio BASCUNAN (CHI)